A Colômbia produzirá cacau sem desmatamento, é a primeira da América Latina

  • atualizado: 
Cacau-Colômbia

A Colômbia é o primeiro país da América Latina a se comprometer com a produção de cacau sem desmatamento e a terceira do mundo a empreender nesse belo caminho.

O governo colombiano - juntamente com as duas principais empresas de cacau do país, Casa Luker e Compañía Nacional de Chocolates e National Cocoa Federation - está empenhado em produzir o cacau "pacífico" e sem danificar as florestas de forma alguma. Até 2020, eliminará o desmatamento de toda a cadeia de suprimentos.

A Colômbia aderiu à iniciativa Cocoa and Forests, um esforço global para garantir o cacau sem desmatamento. O compromisso será apoiado pela World Resources Institute (WRI) e pela Sustainable Trade Initiative (IDH).

Os governos do Gana e da Costa do Marfim, responsáveis ​​por 60% da produção mundial de cacau, foram os dois primeiros governos a assinarem e implementarem o acordo em 2017. Hoje, a Colômbia se torna o primeiro país da América Latina a aderir à "Iniciativa para o cacau, as florestas e a paz", destacando também o papel do cacau na promoção do histórico processo de paz, graças à possibilidade de oferecer emprego aos agricultores e às comunidades antes envolvidas em conflitos.

O setor de cacau colombiano está crescendo rapidamente. Esta cultura foi identificada como prioritária para o crescimento agrícola, tanto para o consumo interno quanto para as exportações. A maior parte da produção de cacau da Colômbia tem as características do cacau "Fino de Aroma", uma classificação muito apreciada no mercado internacional. 

cacau colombia 2

"A Colômbia está orgulhosa da qualidade do cacau que produz, bem como a de sua contribuição para o crescimento econômico, o emprego rural, o desmatamento e a restauração de terras degradadas", disse Juan Guillermo Zuluaga, Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural colombiano.

O desmatamento da Colômbia aumentou rapidamente desde o fim do processo de paz, já que áreas remotas do campo - antes fora dos limites - viram uma rápida expansão da agricultura e da pecuária, com uma consequente especulação no território.
 
Segundo dados do Global Forest Watch e do Instituto Nacional de Meteorologia (IDEAM), o país da América Latina registrou um aumento de 46% na perda de cobertura florestal em 2017, o dobro do período de 2001 a 2015, mas felizmente está tomando medidas significativas para reverter essa tendência. Por exemplo, o governo cancelou um importante projeto rodoviário que liga a Venezuela ao Equador, demoliu várias estradas ilegais e lançou a iniciativa "Cinturão Verde" para proteger e restaurar um corredor florestal de 9,2 milhões de hectares.

A Colômbia prometeu restaurar 1 milhão de hectares de terras degradadas em seu plano nacional de desenvolvimento.

"A restauração não apenas contribui para a mitigação da mudança climática, mas também oferece uma ampla gama de benefícios, incluindo bem-estar rural e emprego, maior segurança alimentar, conservação do solo e da água, proteção da biodiversidade e resiliência à mudança climática", diz o site da iniciativa.
"O Governo da Colômbia está fazendo o máximo para reduzir as altas taxas de desmatamento que acompanharam o processo de paz. Com o apoio da comunidade internacional e das empresas responsáveis, meu país está fazendo um progresso significativo no cumprimento dos compromissos assumidos para acabar com o desmatamento. O cacau é parte fundamental desse esforço ", disse o ministro colombiano do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Luis Gilberto Murillo.

Richard Scobey, presidente da World Cocoa Foundation, acrescentou:

"O WCF parabeniza o governo colombiano e outras partes interessadas por seus esforços para acabar com o desmatamento do cacau na Colômbia e temos o prazer de apoiar esta iniciativa e, juntamente com nossos membros na indústria global de chocolate e cacau, continuaremos a ser um parceiro confiável para garantir a sustentabilidade do cacau, a saúde do planeta e a prosperidade dos produtores de cacau em todo o mundo".

Brava Colômbia! Que venha a ser um exemplo para outros países do mundo!

Sobre a produção de chocolate talvez te interesse ler também:

seta

9 MULTINACIONAIS DO CHOCOLATE QUE EXPLORAM CRIANÇAS

setaCHOCOLATE: QUAL É O SEU IMPACTO AMBIENTAL?

setaCACAU NO BRASIL: CULTIVO SUSTENTÁVEL, RENDA E RECUPERAÇÃO DE ÁREAS FLORESTAIS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!