Fotógrafo retrata Fukushima cinco anos após desastre nuclear

fukushima

Em março de 2011, a cidade de Ōkuma, no Japão, foi devastada pelo reator nuclear de Fukushima Daiich, que liberou oito vezes mais radiação do que o esperado.

O desastre no Japão foi chocante. Um terremoto de 8,9 graus na escala Richter mais um tsunami abalaram o Japão na madrugada do do dia 11 de março de 2011, provocando danos na usina nuclear de Fukushima, onde foram registrados vazamentos radioativos.

Cerca de uma hora depois do tremor, a usina de Fukushima foi atingida pelo tsunami. Três explosões ocorreram. O governo japonês, na época, confirmou os vazamentos radioativos, que superaram em oito vezes os limites de segurança.

Após esse acidente, Ōkuma, localizada na província japonesa de Fukushima, foi completamente abandonada. Mais de 100.000 tiveram que deixar as suas casas, os seus trabalhos, ou seja, as suas vidas.  

A cidade abandonada se converteu na atenção do malaio Keow Wee Loong, de 27 anos, que decidiu fotografar os escombros de Fukushima, após cinco anos do desastre.

Por se tratar de uma zona de perigo, o fotógrafo precisaria de uma permissão especial, em um processo que demoraria aproximadamente um mês, para visitar o local. Como ele não estava disposto a esperar o tempo da burocracia, penetrou a região por uma floresta a fim de evitar policiais.

As fotografias de Loong são chocantes, pois mostram os efeitos provocados pelo reator e a desolação do local abandonado. O fotógrafo entrou em supermercados infectados por comida radiotiva, lavanderias, shoppings e até residências usando sua câmera e uma máscara de gás. 

Todos os moradores, em um radio de 50 km em torno do reator, tiveram que deixar suas vidas para trás. Hoje, a localidade afetada virou uma região fantasma (é conhecida como zona de exclusão) e permanece fechada até hoje, já que ninguém tem permissão para entrar no local.

Confira a séria de fotos de Keow Wee Loong.

fukushima cinco após

fukushima cinco após 7

fukushima cinco após 6

fukushima cinco após 5

fukushima cinco após 4

fukushima cinco após 3

fukushima cinco após 2

 

Especialmente indicado para você:

A TERRA VISTA DO CÉU: AS FOTOGRAFIAS DE YANN ARTHUS-BERTRAND

FRIDA KAHLO COMO VOCÊ NUNCA VIU: A PINTORA MEXICANA AMAVA OS ANIMAIS

FUKUSHIMA: ROBÔ PARA DE FUNCIONAR NO CORAÇÃO DO REATOR NUCLEAR

Fonte: hypescience