Urucum é um remédio eficaz para feridas difíceis e queimaduras

Urucum é um remédio eficaz para feridas difíceis e queimaduras

O urucum, Bixa orellana, de que já falamos em outro artigo, também é excelente para a cura de feridas difíceis, aquelas feridas abertas, contaminadas, e também para queimaduras. E esse benefício do urucum foi descoberto por acaso. Saiba mais a seguir.

Como se descobre uma propriedade medicinal, na prática

“O acaso, a capacidade de observação e alguma teimosia mudaram radicalmente a rotina do mecânico Aloísio José Pires e do pesquisador Paulo Cesar Stringheta, em Viçosa, Minas Gerais. Ao manipular extratos de urucum com pequenas feridas nas mãos – decorrentes de sua atividade na oficina mecânica – Aloísio reparou na rapidez da cicatrização.

Curioso, comentou o fato com Stringheta, doutor em Ciência de Alimentos e professor titular do Departamento de Tecnologia de Alimentos da Universidade Federal de Viçosa (UFV)”. Leia aqui a matéria completa noticiada pela UFV.

A partir desta descoberta, e após 17 anos de pesquisas, Stringheta e Aloísio José Pires, se uniram para fabricarem pomadas à base de urucum para tratamentos de queimaduras e feridas de difícil cicatrização, e foi assim que surgiu o Laboratório Profitus, uma empresa incubada que atua sob orientação técnica da Universidade Federal de Viçosa.

urucum

O urucum e suas múltiplas propriedades

“Originário da América tropical e com distribuição pelos estados brasileiros do Amazonas, Maranhão, Ceará e Bahia, o urucum (Bixa orellana) é um arbusto de folhas largas e flores rosadas. Os frutos são pequenos ouriços, recobertos por espinhos maleáveis. Quando amadurecem, exibem sementes vermelhas, tradicionalmente utilizadas por indígenas de diversas etnias para pinturas corporais e proteção da pele contra picadas de insetos” (aqui).

Leia mais URUCUM: PORQUÊ É BOM PARA A SAÚDE E COMO PREPARAR O CHÁ

O urucum contêm extratos glicólicos ricos em vitamina C, flavonoides e carotenoides (bixina e orelina) que são filtros naturais da radiação ultravioleta emitida pela luz solar.

São quatro as novas pomadas que a Profitus apresenta ao mercado e “segundo informa Péricles Fernandes, diretor de produção da Profitus, as pomadas são adjuvantes do tratamento de feridas difíceis e escaras em diabéticos (Mellitus Derm); agem nas lesões derivadas de dermatites e psoríase (Newderm); promovem a regeneração da pele em casos de queimaduras causadas por aparelhos estéticos, como os de depilação a laser, ou provocadas por fogo, água quente, óleo quente, radiação solar e peelings químicos (Dermalive), e aceleram a cura de feridas, lesões e hematomas em pessoas de idade (Golden Age). Neste último caso, o urucum ganha o reforço da babosa (Aloe vera), cujo uso cosmético e cicatrizante é amplamente conhecido”.

Durante muito tempo essas composições foram experimentadas por diversas pessoas, como é contado no vídeo abaixo, obtendo-se resultados excelentes.

Para você que gosta de aprofundar cientificamente nossas matérias selecionei dois estudos que podem direcionar suas buscas – leia este, da Unipampa e este, da UFRGS.

Especialmente indicado para você:

OS REMÉDIOS CASEIROS MAIS USADOS PELOS BRASILEIROS

CHÁ DE CASCA DE LARANJA – REMÉDIO DOS BONS PARA ENXAQUECA, COLESTEROL E MUITO MAIS

GERVÃO, UMA ERVA BRASILEIRA CURATIVA POR EXCELÊNCIA

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *