Cervejas podem conter peixe

Cervejas podem conter peixe

Sim, é verdade. Bebida muito apreciada no Brasil, inclusive por veganos, por crerem que é uma bebida que não contém ingredientes origem animal, às vezes desconhecem que a cerveja se utiliza de uma substância oriunda do peixe, além dos tradicionais grãos maltados, lúpulo, levedura, e água.

Cola de peixe

Ou icticola, substância obtida da bexiga natatória dos peixes usada para clarear determinadas bebidas, como cervejas do tipo Ale, enquanto estão repousando em tonéis. Também é utilizada no clareamento de certos vinhos.

Trata-se de uma espécie de gelatina, ou colágeno animal, que é muito utilizado na indústria de alimentos. Sua origem remonta ao século XVIII (ano de 1795).

Quais são as cervejas eco-friendly?

Se você gosta de saborear uma cerveja gelada, mas deseja saber se a sua bebida é de fato vegana, não se preocupe, há algumas opções que você pode consumir, com total tranquilidade. O site Barnivore, um verdadeiro guia para vinhos, cervejas e liquores veganos, lista as bebidas eco-friendly. Selecionamos algumas cervejas estrangeiras mais consumidas no Brasil:

Corona

Essa marca de cerveja, original do México, começou a ser produzida ainda em 1925. É a mais vendida do país e a cerveja mexicana com maior aceitação no mercado norte-americano. Refrescante, tem doçura residual e é bem clara.

Heineken

Esta famosa marca cervejeira também é outra queridinha pelos apreciadores da bebida. Ótima notícia, todas as versões locais – Nova Zelândia, EUA, Espanha, França, Reino Unido, entre outras – de Heineken estão isentas do uso da vesícula de peixe.

Budweiser

A cerveja, comercializada pela brasileira InBev, também pode ser consumida com consciência tranquila, pois é um produto totalmente isento de sofrimento animal.

Para saber mais...

Gosta de outras cervejas? Quer saber se a sua predileta usa o peixe em sua formulação? Pesquise no site Barnivore. Lá há um levantamento completo de bebidas veganas, em geral.

Leia também: Transgênicos até na cerveja!

Fonte foto: freeimages.com