Cerveja deve ter só 3 ingredientes. De olho no rótulo!

Cerveja deve ter só 3 ingredientes. De olho no rótulo!

Cerveja é tudo igual? Geladas, todas descem redondo nesse calor que Deus manda ao povo brasileiro, certo?

Errado!

Cerveja em excesso faz mal como tudo em excesso faz mal. Mas no caso da cerveja, nem é só pelo álcool (que na verdade o teor alcoólico da cerveja é baixo em relação ao vinho e a outras bebidas).

Por exemplo, em média, cervejas contêm 5% de álcool enquanto vinho, 13%, whisky, vodka, cachaça e outras bebidas super alcoólicas, 40% de alcool, em média.

Mas é preciso ler o rótulo da cerveja para se refrescar sem se entubar de substâncias tóxicas, não só como o alcool, mas nocivas, como os transgênicos.

A Nutricionista Isabella, da Naturale You, em 2017 bombou com um vídeo no qual ela mostrava sua pesquisa de mercado apontando marcas de cerveja produzidas com ingredientes que não fazem parte da composição de uma cerveja natural.

Quais ingredientes são esses e quais marcas são essas?

Cerveja deve ter só 3 ingredientes:

O resto é aditivo.

Leia o rótulo e prefira as que contenham somente estes 3 ingredientes.

O que a mais colocam na cerveja?

Tem rótulo que em vez de 3, chega a ter 7, 8 ingredientes.

Tem de tudo, além de cereais não malteados no lugar do malte (esta indicação no rótulo significa provavelmente que a cerveja contém milho transgênico, simplesmente porque é um ingrediente mais barato que o malte), alguns rótulos indicam que a cerveja contém:

  • Carboidratos (não especificados)
  • Antioxidantes (não os naturais que combatem os radicais livres, mas os industrias que impedem o produto de oxidar)
  • Estabilizantes

Cervejas também podem estar cheias de glifosato, o herbicida suspeito e acusado de causar câncer.

As marcas recomendadas

Em sua pesquisa de mercado , a nutricionista recomenda:

  • Heineken
  • Eisenbahn
  • Devassa

As marcas não recomendadas

  • Antarctica
  • Skol
  • Brahma
  • Itaipava

Como escolher a melhor cerveja

Prefira as marcas nacionais, preferivelmente locais, porque em termos de pegada ecológica (emissão de CO2) elas emitem menos durante o transporte.

Leia onde elas são fabricadas, pois marcas como Heineken, por exemplo, não significa que sejam feitas na Holanda. A marca é holandesa mas a fabricação é em suas filiais.

Algumas cervejas estão caprichando na embalagem, por exemplo, preferindo caixas de papel em vez de plástico ou promovendo ações de sustentabilidade.

Por exemplo:

Cervejas artesanais são uma boa? Depende sempre do rótulo. Leia!

No mais, cervejas podem conter cola de peixe, mas existem marcas veganas de cerveja e você também pode fazer cerveja em casa.

Segundo a nutricionista, alguns ingredientes, além de desnecessários, são nocivos.

Quanto ao preço, veja o que melhor lhe convém em termos de custo benefício e lembre-se: talvez o melhor seja beber menos em quantidade, e mais em qualidade.

Algumas cervejas recomendadas ou não neste post podem ter sofrido alguma mudança. Portanto, fique de olho no rótulo e escolha as cervejas que contenham somente estes 3 ingredientes: agua, malte e lúpulo.

Saúde!

Cerveja faz bem à saúde, claro, se bebida com moderação e se for de qualidade.

Relembre o vídeo da Nutricionista Isabella aqui:

Talvez te interesse ler também:

Cerveja: 10 inesperados benefícios para a saúde

Veja o que o Aquecimento Global pode fazer com a tua Cerveja

No lúpulo da cerveja uma arma contra o câncer!

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *