Comer insetos: mesmo os veganos deveriam?

Comer insetos

Você sente arrepio só de pensar em comer insetos? Bem, se não fosse suficiente o conselho da FAO, que sugere comer mais insetos para saciar o apetite de carne do homem (os insetos são muito menos prejudiciais ao meio ambiente e têm uma boa qualidade nutricional), existiriam ainda outras pessoas pensando nisso. De acordo com a entomologista Daniella Martin, até mesmo os veganos deveriam considerar essa nova rica fonte de proteína.

Em seu novo livro "Edible: An Adventure into the World of Eating Insects and the Last Great Hope to Save the Planet", a cientista argumenta que comer insetos é a última grande esperança para salvar o planeta.

O motivo? A tão apregoada vitamina B12, cuja presença pode ser detectada em alimentos de origem animal, mas, infelizmente, não em alimentos de origem vegetal comuns, especialmente por razões de higiene, porque frutas e vegetais são muito bem lavados antes do consumo.

No entanto, grilos e formigas são, incrivelmente ambos, boas fontes de vitamina B12. Se veganos pudessem aceitar a idéia de comer insetos poderiam gerir melhor a sua ingestão de vitamina B12. Como? Simplesmente comendo algum grilo um par de vezes por semana, útil também para ingerir a proteína completa.

Se a idéia de mastigar insetos mortos não é apetitosa, Daniella, obviamente, tem uma solução: inseto moído, para ser salpicado a gosto onde e quanto quiser.

A maioria das pessoas que decidem pela dieta vegetariana/vegana é impulsionada por motivações éticas para com os animais e provavelmente não aceitariam a proposta feita por Daniella Martin. Afinal, insetos também têm vida. E de onde tirar a vitamina B12? O que você diria sobre isso?