A Guiness virou vegana: adeus à cola de peixe na produção de sua cerveja

É oficial: a Guinness virou vegan. A cerveja escura mais famosa do mundo diz adeus aos ingredientes de origem animal utilizados na filtragem da bebida.

Você sabia que cervejas podem conter peixe? Mas agora a Guiness pode ser bebida tranquilamente pelos cervejeiros vegetarianos e veganos, como eu :)

A empresa deu a notícia ao The Times para a felicidade daqueles que não querem deixar de beber um copo de cerveja escura, pensando na cola do peixe. A revolução ocorre bem depois de 256 anos de história da empresa, um sinal de que a mudança é sempre possível.

A Guinness está se esforçando para melhorar a sua cerveja e então a empresa quis deixar clara a sua intenção de utilizar um novo método de filtragem que fosse vegan-friendly. Durante anos, a empresa utilizou a "cola" de origem animal, obtida a partir da bexiga natatória de peixes, na filtragem da sua cerveja.

Até agora a cerveja escura (stout) produzida pelo Guinness não era considerada adequada para vegetarianos e veganos. O novo método vegan-friendly para a produção da Guinness será introduzido em 2016, quando a empresa passará a adotar alternativas que respeitem os animais, tais como o ágar-ágar, a pectina e a carragenina.

Quer saber qual cerveja beber sem correr o risco de ingerir cola de peixe? Veja aqui o site da Barnivore que lista as bebidas vegan-friendly do mundo inteiro.

Leia também:

CERVEJA: 10 INESPERADOS BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE

TRANSGÊNICOS ATÉ NA CERVEJA!

Fonte foto: Smithsonian Mag