Pringles: conheça o segredo da batata mais famosa do mundo

  • atualizado: 
Pringles

A Pringles se tornou famosa pela sua forma quase perfeita e pelo seu sabor diferente. Mas o que está escondido por trás deste snack? Certamente não são batatas normais.

Pringles é uma marca produzida pela Kellogg's, adquirida da Procter & Gamble em 2012 por 2,7 bilhões de dólares. Hoje elas são vendidas em 72 países ao redor do mundo com um faturamento anual de cerca de um bilhão de dólares.

As Pringles são famosas por três coisas: a sua forma particular, geometricamente definida como um parabolóide hiperbólico; a embalagem inventada por Fred Baur, que consiste em um recipiente de papelão em forma de tubo, com uma fina película no topo pela abrir, o que mantém as as batatas empilhadas e inteiras e, por fim, o seu sabor muito característico.

Vamos começar com o seu formato: por que ele é tão regular? Porque as pringles não são realmente batatas fritas, o que significa que o teor de batata na receita é inferior a 50%.

Para evitar que se quebrassem, o químico Fred Baur inventou essa embalagem específica em 1966 e ficou tão orgulhoso do resultado que pediu a sua família de enterrá-lo em sua própria invenção quando morresse. Inicialmente a família não o levou a sério, mas no momento de sua morte, eles decidiram satisfazer seu desejo. Suas cinzas foram armazenadas em um pacote de Pringles.

Qual é o segredo da Pringles?

As primeiras originais salgadas foram lançadas no mercado em 1968 como 'Pringles Newfangled Potato Chips', em seguida, o nome tornou-se apenas Pringles, mais atraente e fácil de lembrar. Em 2012 a Kellogg's a adquiriu da Procter & Gamble que em 2009 foi parar no tribunal porque, no Reino Unido, a empresa se recusava a pagar o imposto sobre batatas fritas de saquinho, alegando que a Pringles sequer poderiam ser consideradas batatas pois este ingrediente representava apenas 42% de sua composição. 

pringles batatas

Como as Pringles são feitas?

Elas são feitas de uma mistura composta por dois terços de água e um terço de pó de batata misturado com milho. Esta mistura é colocada em tapetes deslizantes, formando uma folha de massa maleável.

A mistura de batatas, água e milho passa através de uma máquina que cria os moldes em retângulos com borda arredondada, em seguida, isola-se o resto da massa que é eliminada, e passa-se às formas obtidas por meio de outros dispositivos que lhes fazer ficar côncavas. Faz-se passagem do óleo que dura exatamente 11 segundos, o suficiente para fritar a massa.

Veja o vídeo:

Entre os ingredientes que compõem as Pringles há farinhas como as de milho, trigo e arroz, além de gorduras, emulsificantes, sal e aromas artificiais. Ainda encontramos um amálgama de realçadores de sabor como o glutamato monossódico.

Assim, concluindo, a Pringles, de batatas tem muito pouco. Trata-se de um alimento ultraprocessado, uma criação da engenharia de alimentos, um alimento falso, se assim se pode dizer, cheio de sabor e calorias, mas com zero nutrientes.

Deu vontade de comer batata frita? Que tal fritá-la em casa? Pode ser mais trabalhoso mas não tem comparação. Bata de verdade é outra coisa!

Talvez te interesse ler também:

setaCOMO (E DE QUÊ) SÃO FEITAS AS SALSICHAS?

setaCHIPS PARA TODOS OS GOSTOS: 10 RECEITAS ALTERNATIVAS PARA A BATATINHA FRITA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!