O que poderia acontecer ao corpo, se você comesse sempre sushi

  • atualizado: 
Helmintos

Comia diariamente peixe cru e acabou criando uma solitária enorme em seu intestino. "Tênia" é o nome da hóspede não convidada, um parasita que na barriga do infeliz, chegou a medir mais de 1 metro e meio. A culpa? Excesso de sushi e de salmão cru.

Isso aconteceu nos Estados Unidos, onde em um episódio de um programa local “This Won’t Hurt A Bit” (link no vídeo abaixo), a Dra. Kenny Bahn contou a história de um de seus pacientes, particularmente acostumado a comer peixe não cozido, salmões em particular, e sushi.

O paciente, um californiano, correu para o Pronto Socorro porque se queixava de uma diarreia contínua, muitas vezes sanguinolenta. Indo investigar, os médicos descobriram algo muito mais desgostoso.

elminto 1

Na verdade, o homem levava consigo uma longa tênia de 1,6 metros dentro de uma sacola de compras. Como ele descobriu?

elminto

Helminto é o termo geral dado aos vermes parasitas, criados neste caso no intestino do paciente por uma razão quase óbvia. "Eu como salmão cru quase todos os dias", ele disse, e esse foi o resultado revoltante.

 O paciente recebeu o tratamento que expulsaria o resto do parasita de seu corpo.

elminto 2

Mas como isso acontece?

Em geral, os vermes são muito frequentes, não são perigosos, mas podem causar por distúrbios muito graves.

Taenia é um gênero de platelmintes parasitas com mais de 100 espécies descritas. As mais famosas das espécies são a Taenia solium e a Taenia Saginata (as famosas solitárias).

Trata-se um verme achatado e muito longo, responsável por uma parasitose no homem chamada teníase.

Como se contrai

Em geral, os seres humanos podem desenvolver infestação de vermes solitários após ingerir os ovos ou as larvas destes, talvez se alimentando de carne crua ou pouco cozida, ou entrando em contato com as fezes de pessoas ou de animais que já estão infectados.

Os portadores de teníase eliminam os ovos do parasita através das fezes. Por acidente, má higiene, falta de saneamento básico, as pessoas podem ingerir estes ovos e adquirir a parasitose.

Para o diagnóstico da tênia, faz-se um exame fezes.

Os sintomas da infecção por tênia são:

diarreia
episódios de náuseas ou vômitos
falta de apetite
dor umbilical ou epigástrica
constipação
emagrecimento
nausea
dores de cabeça
dores abdominais

Para evitar o contágio é preciso impedir a contaminação ambiental com fezes, bem como ter bons hábitos de higiene, sejam pessoais que com o manuseio e preparado de alimentos.

E claro, evitar comer carnes e peixes crus, principalmente em restaurantes, onde não se sabemos como fazem com a higiene dos alimentos. 

Aqui você pode ver o vídeo da história da Dra. Bahn.