Uva: uma fruta que devemos comer uma vez por dia

Uva

A uva é o fruto da videira, Vitis sp, uma planta da família das Vitaceae. É usada há milênios tanto “in natura” quanto para produzir suco, doce, geleia, vinho e passas.

Existe uma imensa variedade de uvas, todas comestíveis, saudáveis e nutritivas. Algumas são especiais para vinhos, pelo seu teor de tanino, açúcar, tempo de amadurecimento. Outras são mais adequadas para a mesa, onde se consome a uva fresca, in natura, pelo sabor mais suave e agradável. De todo tipo de uva pode-se fazer vinho, e assim é feito há milênios, desde o período neolítico.

A espécie mais cultivada, tanto para vinho quanto para mesa, é a Vitis vinifera, uma trepadeira que já correu mundo, sendo cultivada em todos os quadrantes da terra, pelos povos habitantes da Europa, e que originou dezenas de variedades, as denominadas castas, por meio de seleção artificial. A Vitis vinifera é originária da região do Mediterrâneo, ocupando todo o sul da Europa até a Alemanha. É uma planta de clima temperado, preferindo solos calcáreos e pedregosos, de encostas, onde abunda o sol e o vento.

Vitis vinifera

Foto wikimedia.org

A uva, e seus subprodutos, são reconhecidamente saudáveis e curativos devido às vitaminas, sais minerais e micronutrientes que possui. Dentre eles, as antocianinas e flavonoides que lhe confere potencial antioxidante bastante poderoso.

Os benefícios da uva in natura são:

 
  •  É laxante e diurética, drenando as vias biliares, fazendo uma “lavagem no sangue”
  •  Desintoxica os órgãos contribuindo na eliminação dos resíduos e toxinas resultantes da digestão
  •  É rica em proteínas, carboidratos, sais minerais como: cálcio, ferro, magnésio, sódio e potássio, cromo, fósforo e iodo.
  •  É rica em vitaminas do complexo B e vitamina C
  •  Ajuda na desobstrução das artérias e veias protegendo o sistema cardiovascular
  •  Ajuda a regular as taxas de colesterol no sangue.
  •  Ajuda no melhor funcionamento do fígado e dos rins
  •  Favorece a recuperação da mucosa estomacal ajudando na recuperação de úlceras gástricas e gastrite
  •  Ajuda a eliminação do ácido úrico do sangue.
  •  Os flavonoides da uva protegem o organismo contra o ataque dos radicais livres.

A ingestão frequente de uva é recomendada em tratamentos para artrites, gota, hipertensão, doenças renais, obesidade, hemorróidas, anemia, esgotamento físico, astenia e estresse

Leia mais profundamente, aqui, sobre os usos medicinais da uva, fruta que é reconhecida pelas medicinas populares das regiões produtoras.

O vinho

O consumo moderado de vinho também traz inúmeros benefícios medicinais, especialmente para a ativação do metabolismo, a regulação da produção de colesterol pelo fígado e a proteção de todo o sistema cardiovascular (leia aqui alguns artigos específicos sobre a ingestão de vinho na dieta alimentar).

A uva-passa

Na uva-passa ocorre um aumento significativo dos antioxidantes da uva, que se concentram pela desidratação da fruta, aumentando a capacidade antioxidativa desta fruta. Nesta forma de uva, os açúcares (oligofrutossacarídeos) estão altamente concentrados e possuem ação probiótica - mas, é preciso não exagerar na quantidade, claro.

A quantidade de fibras existentes na uva-passa promove maior aceleração do trânsito intestinal o que ajuda a eliminação dos resíduos alimentares e limpa as mucosas intestinais melhorando sua capacidade de absorção dos nutrientes necessários. ‘Estudos revelam que os ácidos graxos produzidos pela fermentação das fibras no aparelho digestivo inibem a proliferação das células cancerígenas, e os probióticos da uva passa também estão relacionados a este processo. Estas substâncias se formam no processo de desidratação da uva passa, por isso, não é possível encontrá-las nas uvas frescas”. Leia aqui sobre esse aspecto.

O extrato seco de uva

Da uva se produz o seu extrato seco, denominado Vitis vinifera, que têm muitas indicações em tratamentos de problemas cardíacos, hepáticos, metabólicos e na menopausa (veja aqui).

Com todas essas propriedades benéficas para o nosso organismo humano, podemos afirmar que a ingestão de uvas, como rotina da nossa dieta, favorece uma saúde mais forte, uma pele mais bonita e luminosa e cabelos mais agradáveis, como afirma o Blog Uva Rosa.

Especialmente indicado para você:

setaÓLEO DE SEMENTE DE UVA: USOS E PROPRIEDADES

seta10 ALIMENTOS ALCALINOS PARA COMER TODOS OS DIAS

setaANTIOXIDANTES NATURAIS: QUAIS SÃO, AS FONTES E OS SEUS BENEFÍCIOS PARA O ORGANISMO