O que acontece se passarmos um mês sem ingerir açúcar e álcool?

Já imaginou passar um mês sem consumir açúcar e álcool? Foi esse desafio que Sacha Harland, do LifeHunters.tv, se propôs. A tarefa se torna ainda mais difícil no mundo em que vivemos: praticamente tudo que comemos leva açúcar, e o álcool, não só é comum, como muito celebrado em todos os ambientes.

Para avaliar os resultados que essa mudança teria em sua saúde mental e física, Sacha visitou um médico esportivo antes e depois do mês em que ficou sem açúcar e álcool. Foram feitas avaliações dos principais indicadores que mensuram o bem-estar, incluindo – mas não se limitando – a: peso, pressão sanguínea, colesterol e nível de açúcar no sangue.

Veja sua jornada completa no vídeo abaixo:

O que fica de mais interessante é como o nível de desejo de Sacha por essas substâncias se alterou ao longo do mês em que não as consumiu. No começo, passou por um período em que sentia fome constantemente; depois, viu que a vontade que tinha em relação a elas não era mais tão evidente.

Talvez Sacha não imaginasse o quão difícil seria passar por esse teste, nem quanta determinação precisaria para superá-lo, mas, no fim, sua jornada nos mostra que não há nenhuma mudança que não possamos fazer. Só precisamos da força para quebrar aquilo que se tornou habitual.

Mesmo que uma postura tão drástica pareça impossível no início, com persistência, chegamos ao ponto de enxergar como essas substâncias deveriam ser consumidas desde o começo: ocasionalmente. Nosso corpo ficaria muito bem sem nada delas; mas, para o conforto de muitos, ele também é muito bom em lidar com porções moderadas, sem excessos.

Esse artigo, em inglês, traz um infográfico que mostra, exatamente, o que acontece depois que consumimos açúcar: aumenta o risco de ter deperessão, AVC's e ataques cardíacos, até a quantidade de rugas na pele também aumenta, além de obviamente o risco de desenvolver diabetes e insuficiência renal.

Outro fato que fica evidente da experiência de Sacha é a dificuldade de encontrar produtos que não contenham açúcar. Alimentos processados, bebidas, condimentos, parece que tudo leva uma boa quantidade de açúcar para ficar com um sabor melhor.

Para mudar isso, será necessário que mais e mais pessoas mudem seus hábitos alimentares. Só assim para as empresas decidirem investir em alternativas saudáveis.

Enquanto isso, a dica para evitar o açúcar excessivo é: faça seus alimentos em casa, com ingredientes naturais. Com o tempo, essa nova forma de se alimentar vai se tornar tão habitual quanto a anterior. Seu corpo, seu paladar e sua carteira vão te agradecer!

Leia também: UM ANO SEM AÇÚCAR: A AVENTURA DE EVA SCHAUD E SUA FAMÍLIA

Fonte foto: dailymail