1 a cada 5 mortes: os hábitos alimentares que matam mais que cigarro

  • atualizado: 
junk food mata

As pessoas já sabem: uma alimentação ruim, pobre nutricionalmente, está por trás de diversas doenças, como obesidade e doenças cardiovasculares. Mas o que muita gente não sabe é que hábitos alimentares pouco saudáveis podem matar mais do que cigarro.

Isso é o que aponta uma pesquisa realizada pelo Global Burden of Disease, o estudo mais extenso sobre causas de mortes no mundo.

Segundo o levantamento, publicado na revista científica Lancet, uma a cada cinco pessoas morrem em decorrência de uma alimentação inadequada.

O professor e diretor do Instituto de Medições de Saúde e Avaliação da Universidade de Washington (EUA), Cristopher Murray, afirmou à BBC que as consequências da má alimentação na saúde são enormes:

“Descobrimos que a dieta é um elemento muito importante; seu impacto em nosso organismo é realmente muito profundo”, diz.

Entre os principais vilões está o sal, que responde por cerca de 3 milhões de mortes.

O grande problema do sal é que ele favorece o aparecimento de doenças cardiovasculares, tendo em vista que aumenta a pressão arterial. Além disso, pode comprometer o bom funcionamento do coração e vasos sanguíneos, causando insuficiência cardíaca.

Casos de câncer e diabetes também podem ter como uma das causas a má alimentação. Juntamente com o sal, uma dieta pobre em grãos integrais e frutas também é nociva para a saúde. Por isso, os estudiosos recomendam uma redução no consumo de sal e carnes processadas e uma preferência maior por grãos integrais, nozes e sementes, frutas, verduras e legumes. Tais alimentos possuem efeito protetor no organismo, prevenindo doenças.

No que diz respeito à alimentação mundial, alguns países se destacam positivamente, como é caso da França, Espanha e Israel, que têm taxas menores de mortes em decorrência de uma dieta pobre nutricionalmente. Já os países da Ásia, principalmente do Sudeste, Sul e Centro, têm taxas altas de mortes decorrentes de uma má alimentação. No caso do Brasil, os dados não são nada favoráveis. Segundo levantamento realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 90% dos brasileiros está fora do padrão de dieta saudável, recomendado pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

Talvez te interesse ler também:

A CARNE É FRACA E VOCÊ VAI COMER?

ABELHAS, COMPOSTEIRAS, PANCS E LIXO-ZERO, O RESTAURANTE BRASILEIRO QUE DÁ EXEMPLO DE SUSTENTABILIDADE

JUNK FOOD E CÂNCER: NOVO ESTUDO INDICA POSSÍVEL RELAÇÃO

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!