©Karolina Grabowska/Pexels

Pare de usar calcinha e cueca e veja o que acontece com o seu corpo 

Essa é uma peça de vestuário que acompanha as pessoas em, praticamente, todos os momentos. Algumas dessas roupas são mais confortáveis, outras nem tanto. O fato é que as calcinhas e cuecas fazem parte do dia a dia e podem interferir até mesmo na saúde.

Uma opção interessante, indicada por especialistas, é deixar essa peça de roupa um pouco de lado, nem que seja para dormir. Isso porque o tecido, o tamanho, a largura, tudo isso pode ser nocivo.

Saiba abaixo os motivos que podem te fazer reconsiderar o uso de roupas íntimas.

O que as calcinhas podem fazer com o corpo?

Usar roupas íntimas apertadas e de tecido não respirável, como lycra e seda, pode ser interessante, do ponto de vista estético, mas nada aconselhável para quem quiser cuidar da saúde dessa região.

Alguns micro-organismos, como a cândida, crescem em ambientes quentes e úmidos. O uso de uma calcinha muito apertada e por longos períodos pode, justamente, provocar isso.

Peças íntimas impedem a livre circulação de ar, facilitando o aparecimento de doenças, como candidíase e infecção urinária.

Calcinhas também podem provocar um odor desagradável, justamente porque a área não está ventilada como deveria.

Suor e micro-organismos são os grandes vilões. Pessoas alérgicas podem ainda experimentar irritações de pele na região, como a dermatite de contato, por causa, principalmente, de tecidos sintéticos.

Roupas íntimas apertadas podem ainda causar fricção, favorecendo ferimentos.

E no caso das cuecas?

Homens também sofrem com roupas íntimas.

Além das alergias, favorecimento de bactérias e fungos causados por falta de ventilação e riscos de lesões em decorrência do atrito, as cuecas têm ainda um outro problema.

Os espermatozoides precisam de uma temperatura mais fria do que o normal para se desenvolverem. No entanto, cuecas deixam a região muito quente, o que pode dificultar a produção.

Com o tempo, pode ocorrer até mesmo infertilidade masculina.

Outros danos causados

Cós muito apertados podem comprimir órgãos internos, como estômago, bexiga e coluna. Isso mesmo. Parece exagero, mas não é. Essa compressão pode causar, inclusive, azia, micção frequente, e até mesmo dor no nervo ciático.

Tirar a calcinha ou cueca para dormir pode ajudar também a ter um sono melhor. Já que o organismo precisa de uma temperatura corporal mais baixa para relaxar e dormir.

Peças apertadas e justas “esquentam” demais a região.

Caso a ideia de eliminar a roupa íntima seja drástica demais para você, experimente, pelo menos, tirá-las para dormir.

E opte sempre por peças de algodão, que são mais básicas, porém podem fazer maravilhas pela sua saúde.

Talvez te interesse ler também:

Depilação íntima total pode causar infecções graves

Roupas poluentes? Sim, nossas roupas poluem e degradam o meio ambiente

Cuecas hi-tech que podem ser usadas por semanas, sem lavar!

Sobre Cintia Ferreira

Cintia Ferreira
Paulistana formada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro, tem o blog Mamãe me Cria e escreve para GreenMe desde 2017.

Veja Também

Contra obesidade: chá de cedrico, a planta brasileira reduz peso e gordura no fígado

Uma pesquisa brasileira realizada pelo Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Industrial da Universidade Positivo (UP), …