Casal gay adota bebê com HIV rejeitada por 10 famílias

Casal gay adota bebê com HIV rejeitada por 10 famílias

Todo ser quando vem ao mundo precisa dos pais para se desenvolver, isto faz parte da natureza. E se os pais abandonam os próprios filhos? E se muita gente rejeita essa pobre criatura? Por sorte, anjos existem de carne e osso. Conheça uma incrível história de abandono e adoção.

O casal gay Damian Pighin e Ariel Vijarra se casaram em Santa Fé, na Argentina e  trabalham para uma ONG que ajuda casais a adotarem filhos que foram rejeitados.

Quando o casal tomou conhecimento de uma bebê que havia sido rejeitada por 10 famílias, por ter nascido com HIV, os dois decidiram por adotá-la. Após 3 anos de trâmites para efetivar a adoção, conseguiram finalmente ser os pais adotivos dessa criança. 

Ao segurar a bebê chamada Olívia no colo e poder cuidar dela com carinho e amor, perceberam logo de cara o forte vínculo afetivo com a criança.

Damien e Ariel adotaram Olivia e constituíram uma família quando ela tinha menos de um mês de idade.  

Através dos cuidados e o tratamento bem-sucedidos, Olivia levará uma vida normal.

Um tempo depois da adoção de Olívia, o casal também adotou outra menina chamada Victoria. 

Atualmente, as duas meninas têm a mesma idade completando 5 anos, neste ano.

Graças ao casal Damian Pighin e Ariel Vijarra, as duas crianças puderam conhecer o que é aceitação, amor e família!

Parabéns!!!

Talvez te interesse ler também:

 

COMO SALVAR O MUNDO DA POBREZA? RESPONDE O PRÊMIO NOBEL PARA ECONOMIA

MELINA GATES VAI INVESTIR 1 BILHÃO DE DÓLARES PELA IGUALDADE DE GÊNERO

ANTES SÓ DO QUE MAL ACOMPANHADO: OU EU OU O CELULAR!

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *