Quem matou Marielle? 5 pessoas são acusadas de obstruir as investigações

Quem matou Marielle? 5 pessoas são acusadas de obstruir as investigações

Raquel Dodge se despediu, nessa terça-feira (17), da Procuradoria Geral da República, mas não sem antes anunciar, em uma coletiva de imprensa, que apresentou denúncia criminal contra cinco pessoas que estariam atrapalhando as investigações do caso Marielle Franco.

São elas o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro (TCE-RJ) Domingos Brazão, um dos funcionários de seu gabinete, Gilberto Ribeiro da Costa, o PM Rodrigo Ferreira, a advogada Camila Nogueira e o delegado da Polícia Federal Hélio Khristian.

Para a PGR, eles teriam se aliado para construir uma versão falsa do caso, tirar o foco da Polícia Civil dos verdadeiros mandantes. Nesse enredo fictício, o PM Rodrigo Ferreira, suspeito de integrar uma milícia, atuou como testemunha falsa e apontou como responsáveis pelo crime o miliciano Orlando Curicica e o vereador Marcello Siciliano (PHS-RJ), rivais de Brazão. O depoimento foi chancelado pelo delegado Hélio Khristian, ligado a Brazão. A advogada Camila Nogueira atuou na defesa do caso.

Na coletiva, Dodge afirmou também que solicitou a federalização das investigações sobre a encomenda do crime, o que, na prática, tiraria o caso das mãos da Polícia Civil, transferindo-o para a Polícia Federal.

“O modo como foram engendrados os depoimentos conduziram a Polícia Civil, a um certo tempo, a indicar que os autores eram pessoas que não tinham participado da atuação. O inquérito inicial apontou para receptores que não eram os verdadeiros. Estou pedindo o deslocamento de competência para que haja uma investigação para se chegar aos mandantes”, alegou Dodge nos pedidos apresentados ao STJ.

O rosto da vereadora carioca Marielle Franco, assassinada no dia 14 de março de 2018, tornou-se um símbolo e está presente nas principais cidades do Brasil e do exterior. Seu nome já virou rua em Lisboa  e jardim em Paris, mas, 1 ano e meio depois, seu caso permanece sem solução.

Afinal, quem mandou matar Marielle? Essa é a pergunta que não quer calar nas esquinas do mundo inteiro.

Talvez te interesse ler também:

UM ANO SEM MARIELLE FRANCO – MAIS PRESENTE DO QUE NUNCA!

EM MEMÓRIA DE #MARIELLEFRANCO, TWITTAÇO PARA PEDIR JUSTIÇA

JORNALISTAS ORIENTADOS A SE CALAREM MAS MARIELLE SEGUE VIVA E PRESENTE

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *