O Amor nos Tempos do Coronavírus: como esse fotógrafo conquistou a vizinha, com um drone e muita imaginação

Para a maioria das pessoas, pensar em planejar um primeiro encontro neste período de isolamento social forçado, devido à emergência coronavírus, seria realmente um absurdo. Mas não para Jeremy Cohen, um jovem fotógrafo do Brooklyn que mora em Nova York e que, graças à sua criatividade e desenvoltura, conseguiu conquistar sua vizinha.

Sua história nova e original percorreu o mundo através da web graças ao próprio Jeremy, que documentou os vários momentos com a garota no Instagram e no TikTok. A emocionante história também terminou nas páginas de alguns jornais, incluindo o semanal Time.

O jovem fotógrafo literalmente pirou na vizinha, Tori Cignarella, quando a viu dançar no terraço, ouvindo música com fones de ouvido. Impressionado com a cena de felicidade, Jeremy decidiu filmá-la em seu telefone celular e lhe fez uma saudação, a qual fora retribuída com igual gentileza. A partir desse simples gesto, o jovem achou bom tentar manter o contato com ela e então, ele decidiu enviar uma “moderna” mensagem na garrafa, com seu número de celular através de um drone.

“Na verdade, eu senti essa estranha conexão com ela”, disse Jeremy disse à TIME.

A garota ficou surpresa com a desenvoltura do vizinho, tanto que lhe mandou um Zap sem pensar duas vezes. Depois de um tempo, chegaram ao primeiro encontro, naturalmente à distância. Um jantar verdadeiramente único e inesquecível para os dois: Jeremy na varanda e Tori no terraço, ambos com seus próprios copos de vinho. Para se sentirem mais próximos e conversarem, eles decidiram jantar em uma vídeo chamada.

Mas a fantasia de Jeremy realmente foi além dos limites. Impaciente por ter outro encontro mais próximo com Tori, ele se apresentou para o próximo encontro dentro de uma enorme bolha de plástico inflável para evitar o contato direto. E no encontro ele não ficou de mãos vazias, mas com um buquê de flores e… um desinfetante em gel!

Jeremy foi até parado pela polícia, mas escapou sem muitos problemas, pois agiu com muita criatividade, e sempre respeitando as regras impostas pela emergência. Em suma, nem mesmo a quarentena pode parar o amor, a criatividade e o romance!

Talvez te interesse ler também:

O que fazer na quarentena? A arte faz bem à saúde física e mental, diz OMS

Recorde de divórcios na China após quarentena do Coronavírus. Viver junto é difícil!

Museus unidos durante a quarentena e o isolamento social. Lista para acessar

greenMe.com.br é uma revista brasileira online, de informação e opinião Editada também na Itália como greenMe.it