Como é que um filme sobre menstruação ganha um Oscar?

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Como algo tão natural como a menstruação pode ser um tabu? Pois é um tabu para meninas, mulheres e homens. Quantas adolescentes não vão ao banheiro da escola com um absorvente escondido? Quantos homens têm nojo de ter relações sexuais com mulheres quando elas estão menstruadas? E quantas mulheres não se sentem sujas com a sua própria menstruação?

Tendo tudo isso em vista, como é que um filme sobre menstruação ganha um Oscar?

Pois é! Felizmente o documentário Period. End of Sentence levou o Oscar de Melhor Documentário Curta-Metragem, tirando do silêncio um assunto – e um fato – tão corriqueiro como é a menstruação.

O filme aborda um grupo de mulheres indianas que lutam para ter acesso a produtos de higiene em comunidades rurais onde a menstruação é um estigma. A menstruação, que é algo absolutamente natural, leva até a evasão escolar de meninas.

O documentário mostra o cotidiano de meninas e mulheres que não sabem usar um absorvente íntimo pois sequer tiveram contato com um. Muitas sentem medo de usar o produto.

O curta foi dirigido por Rayka Zehtabchi e produzido por Melissa Berton. Segundo o site português Delas, Zehtabchi disse sobre ter ganhado a estatueta:

“Não estou a chorar porque estou menstruada. Estou sim a chorar porque não posso acreditar que um filme sobre a menstruação tenha ganhado um Oscar“. Ambas as produtoras receberam o prêmio juntamente com um grupo de mulheres que pediam “mestrual equality”, isto é, igualdade no acesso a produtos de higiene feminina.

O curta pode ser visto na Netflix com o título Absorvendo o tabu. Além de o filme mostrar a dificuldade de acesso de mulheres indianas a produtos íntimos de higiene, muitas delas também não sabem o que biologicamente é a menstruação e a consideram, por desconhecimento, algo pecaminoso.

O documentário tem 26 minutos e estava concorrendo na categoria Melhor Documentário Curta-Metragem com obras sobre temas como nazismo, racismo e imigração.

O palco do Oscar foi tomado por mulheres que empreenderam um projeto único que dá visibilidade a outras mulheres e aos seus corpos.

Talvez te interesse ler também:

CONHEÇA A INACREDITÁVEL HISTÓRIA DO INDIANO QUE CRIOU O ABSORVENTE PARA MULHERES POBRES

O DRAMA DAS BEBÊS INDIANAS ENTERRADAS VIVAS PORQUE NASCERAM MENINAS

KRITI BHARTI: A MULHER CORAJOSA QUE IMPEDIU 900 CASAMENTOS INFANTIS NA ÍNDIA

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Instagram
Siga no Facebook