Favelagrafia: conheça a favela como você nunca viu

Favelagrafia

Imagina como é uma favela. Agora imagina a favela sem estereótipos. Uma das artimanhas da mídia é a criação de estereótipos. Pelo menos aqui no Brasil, os seus principais alvos costumam ser as mulheres, os negros e os pobres.

Basta assistirmos a um capítulo de uma novela para vermos como eles são representados com estereótipos negativos. Também em um telejornal dificilmente será mostrada a diversidade das favelas, de suas gentes e das belezas que há nelas. Ficamos apenas com as imagens de violência.

Entretanto, as favelas são muito mais do que isso. E, para mostrar de forma mais plural o cotidiano das favelas, a mostra “Favelagrafia” está sendo exibida no Museu de Arte Moderna (MAM), no Rio de Janeiro, conforme divulga o site Razões para Acreditar.

Até o dia 4 de dezembro, o público terá a oportunidade de lançar um outro olhar para as comunidades cariocas através dos olhos de seus moradores, aqueles que conhecem de verdade a realidade do seu entorno.

Em vez de armas, arte!

favelagrafia 1

A mostra Favelagrafia foi idealizada pela NBS Rio+Rio, a partir de um projeto que leva o mesmo nome, que selecionou nove fotógrafos moradores de nove favelas diferentes para fotografar as suas próprias comunidades usando todos o mesmo equipamento: um iPhone SE.

O projeto final resultou em 180 fotografias que mostram sobre diferentes pontos de vista as histórias de moradores das favelas Morro do Borel, Santa Marta, Morro da Mineira, Complexo de Alemão, Providência, Cantagalo, Babilônia, Rocinha e Morro dos Prazeres.

O curador da mostra e um dos idealizadores do projeto é o diretor de arte da NBS André Havt e a designer Karina Abicalil. Ambos trabalharam com o conceito de liberdade, a fim de respeitar a linguagem de cada fotógrafo. 

Na mostra também são apresentados dados sobre o perfil de cada fotógrafo, bem como é divulgado o site do projeto e um livro.

Algumas fotografias já podem ser vistas no Instagram do projeto. Confira aqui!

Especialmente indicado para você:

HELIÓPOLIS: DE FAVELA A BAIRRO COM 5 MIL EMPREENDEDORES, USAM FACEBOOK PARA FAZER NEGÓCIOS

COMPLEXO DO ALEMÃO SE DESPEDE DO TELEFÉRICO, MAS A LUTA CONTINUA

GREENPEACE INCENTIVA A SUSTENTABILIDADE EM FAVELAS CARIOCAS