1º de Março é Dia Nacional do Ecoturismo. Viva o turismo ecológico!

  • atualizado: 
birdwatching

O ecoturismo tem um dia só dele. Também não é para menos: quer coisa melhor do que viajar para estar em contato com a natureza?

O Dia Nacional do Turismo Ecológico é celebrado no dia 1º de março como uma atividade que consiste na visita a lugares de preservação de fauna e flora, como Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN), que são Unidades de Conservação.

Cada vez mais, esse tipo especial de turismo vem crescendo no Brasil, seja pelo interesse de estrangeiros, seja pela valorização dos brasileiros. Dados do Ministério do Turismo relativos à 2016 informam que 8,29 milhões fizeram ecoturismo no país.

Uma atividade que vem ganhando cada vez mais adeptos por aqui é a prática do birdwatching, que é a atividade de observar aves, em seu próprio habitat. No norte do país, há vários lugares especializados em conduzir os turistas pelas florestas para quem eles tenham essa experiência singular.

A Importância do Ecoturismo

O Brasil é um país perfeito para o ecoturismo, haja vista a diversidade da nossa natureza, encontrada em todo o território nacional. Por isso, é tão importante que haja uma data comemorativa para o turismo ecológico, a fim de alertar para a importância do cuidado com a natureza pelo governo, pelos brasileiros e pelos visitantes de qualquer lugar.

A educação ambiental acarreta a conscientização das pessoas para a atividade muitas vezes predatória do turismo. O consumo dos turistas gera renda para as comunidades locais onde há o ecoturismo, mas essa cadeia não pode ser desarticulada. Se é a natureza que “gera” renda, ela precisa de cuidados, para não apenas secar a fonte de recursos para quem dela precisa, como também para que não acarrete um prejuízo ainda maior, saindo do nível local para o nível global.

O turismo é uma das atividades mais importantes para a economia brasileira e, por isso, mesmo, é necessário é o investimento em políticas públicas para a conservação da natureza acompanhada da educação ambiental. Dessa forma, os visitantes interessados em nossas belezas naturais terão a oportunidade não só de vê-las como, também, de aprender sobre elas e contribuir para a sua conservação.

Ecoturismo? Aonde ir?

De norte a sul, de leste a oeste, não faltam lugares no Brasil para se conhecer.

Aqui no GreenMe nós já falamos várias vezes da potencialidade de todas as regiões do país para o desenvolvimento do turismo ecológico - Conheça aqui os 10 melhores destinos no Brasil.

Só para darmos um exemplo, em Santa Catarina, o “balé” das baleias-franca, que podem pesar até 60 toneladas, está protegido pela Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca, onde os visitantes podem avistar as mães com seus filhotes nadando próximos à costa, saltando e interagindo entre si em um maravilhoso espetáculo ao ar livre, sem que se prendam os animais, como muitos parques temáticos pelo mundo fazem.

As baleias-franca habitam a costa brasileira para se reproduzirem, no período de julho a novembro. Depois elas vão para a Inglaterra, nas Ilhas Geórgias do Sul, onde ficam de dezembro a junho. Como explica Malu Nunes, diretora-executiva da Fundação Boticário: “Valorizar as características próprias de cada região incentivando o turismo ecológico é uma excelente estratégia para gerar conhecimento sobre espécies da biodiversidade brasileira, aproximando-as da sociedade e contribuindo para sua conservação”.

Mas ecoturismo pode ser em qualquer lugar

Não precisa necessariamente estar em uma reserva para fazer turismo ecológico, respeitando e conservando a natureza. O turista pode e deve e respeitar os lugares por onde viaja e passeia em qualquer lugar que esteja, até mesmo em uma metrópole pois, grandes cidades também possuem parques, praias, natureza e também os seus habitantes, a cultura do lugar, tudo, deve ser respeitado e conservado. 

No Decálogo do Turista Responsável há várias dicas para curtir os passeios respeitando os lugares visitados. O guia traz algumas regras básicas de educação e sustentabilidade para que os turistas não deixem seus rastros por onde passa. 

O turista responsável não polui nem danifica o lugar que o recebe. Ele procura saber sobre a coleta de lixo, ele procura destinos com baixo impacto ambiental, ele não compra coisas supérfluas, ele não desperdiça os recursos naturais locais, etc.

Afinal, você pode estar de folga, mas a natureza continua trabalhando. Portanto, tenha guardada esta data, 1° de março, sempre na tua mala de viagem. O Dia Nacional do Ecoturismo deve ser lembrado sempre. Vamos valorizar a vida! Viva o turismo ecológico!

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!