construir uma pousada com materiais para reciclagem

A cabana de garrafas: como construir uma pousada com materiais para reciclagem

Uma linda e encantadora cabana feita com garrafas de vidro, madeira, pedras de rio e um telhado de folhas de palmeira. Construída para ser La Pepita de Marañon, uma pousada em Las Lajas, no Panamá, pelas mãos dos seus próprios donos, Erika e Fabio, ambos italianos de Gênova.

“Nos mudamos de Gênova para o Panamá em 2010 e construímos uma pequena pousada (ou Bed and Breakfast). Começamos alugando apenas um quarto, mas logo surgiu a necessidade de ter pelo menos mais um disponível”, disseram para greenMe.it os jovens proprietários.

foto

Daí nos veio a ideia de construir algo bonito sem gastar muito e respeitando o meio ambiente. Assim nasceu, a partir de uma pesquisa na web sobre projetos alternativos de construção, um bangalô para 2 pessoas, com banheiro privativo e vistas espetaculares das montanhas circundantes da Comarca Índios. Um delicioso exemplo de como reutilizar as garrafas e outros materiais recicláveis.

foto

“Inicialmente pensamos em usar garrafas de plástico (PET), mas quase imediatamente optamos por limitar a quantidade e aumentar o foco sobre o vidro, dada a maior facilidade/velocidade de processamento e melhor acabamento estético. Depois, vendo que precisaríamos de uma quantidade muito grande de garrafas, pensamos em usar pedras de rio, o que seria mais difícil em relação à alvenaria normal, porém mais fácil do que recolher garrafas”, explicaram Erika e Fabio.

foto

No projeto trabalharam apenas os dois proprietários, com exceção de alguma intervenção externa que precisava de um profissional mais experiente no campo. O trabalho durou cerca de 7 meses e para completar a construção também foram utilizadas uma janela e algumas portas recuperadas, com as quais foram feitas as paredes divisórias do quarto com o banheiro.

foto

A atenção deles com o ambiente e com questões de reciclagem e reutilização de materiais teve também um valor social. “Estamos muito felizes por termos realizado este projeto. Esta experiência nos levou várias vezes a recolher garrafas nas ruas e nos lixos. Esperamos que o exemplo traga à comunidade local, outras iniciativas como esta”.

Talvez te interesse ler também:

10 IDEIAS PRÁTICAS PARA REUTILIZAR GARRAFAS PET

PAPEL RECICLADO DE GARRAFAS PET

COMO FAZER CAIXINHAS E RECIPIENTES PARA PRESENTE RECICLANDO GARRAFAS PET

Sobre Daia Florios

Daia Florios
Ingressou no curso de Ecologia pela UNESP e formou-se em Direito pela UNIMEP. É fundadora e redatora-chefe em GreenMe Brasil.

Veja Também

Verão para todos: o mar de inclusão e de acesso às praias do Brasil

O verão é uma das estações mais aguardadas do ano e o principal destino de …