Fabricante da cerveja Guinness quer remover o plástico de suas embalagens

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Com o intuito de tornar-se uma empresa ecologicamente correta, a Diageo, fabricante da cerveja Guinness, anunciou que irá remover as embalagens plásticas de suas cervejas. Enquanto as latas são totalmente recicláveis, as embalagens de plástico serão substituídas por papelão reciclável e biodegradável.

De acordo com a notícia publicada pelo site Unilad, a Diageo quer se livrar dos anéis de plástico e dos filmes multipack dos seus produtos, dentre eles a Guinness, Harp, Rockshore e Smithwick’s. Na verdade, menos de 5% das embalagens dessa empresa são de plástico, mas ela quer diminuir ainda mais na tentativa de se tornar mais ecologicamente correta, diz a matéria.

Para isso, a Diageo está investindo 18,5 milhões de euros para reduzir a quantidade de plásticos das embalagens, sendo 9,25 milhões só na fábrica de envase e embalagem da Irlanda do Norte, de onde sairão os primeiros pacotes feitos de papelão reciclável. A previsão é que essas embalagens cheguem ao mercado internacional em 2020.

Essa iniciativa foi aprovada pelo Greenpeace, mas com algumas ressalvas. Segundo a porta-voz do Greenpeace Mirjam Kopp:

“É ótimo que a Diageo esteja procurando maneiras de se afastar das embalagens plásticas, mas substituindo embalagens plásticas por caixas e caixas de papelão, a Diageo aumentará sua dependência de celulose e papel, aumentando a pressão sobre as florestas e potencialmente levando a mais desmatamento que, por sua vez, acelera as mudanças climáticas. A solução real é acabar com as embalagens descartáveis ​​e abraçar os sistemas de reabastecimento e reutilização“.

Ou seja, a iniciativa é de fato muito boa porque o problema do plástico é o seu tempo de degradação, além da sua reciclagem não ser garantida em 91% dos casos, mas a Guinness ainda assim não resolve o problema da degradação do meio ambiente e, mesmo que usasse apenas papel e alumínio reciclados, a reciclagem em si também produz CO2. O ideal é realmente o reabastecimento e a reutilização de materiais, como faz a Noruega:

No entanto, é bom saber que empresas como essa se preocupam de fato com o planeta e não apenas em terem o título de ecologicamente corretas. Se é o caso da Diageo não temos como saber, mas o resultado dessa iniciativa trará um impacto positivo para o planeta, principalmente se suas concorrentes entrarem nessa mesma luta: menos plástico é mais!

Talvez te interesse ler também:

EMBALAGEM DE CERVEJA COMESTÍVEL PARA EVITAR DANOS À VIDA MARINHA

A GUINESS VIROU VEGANA: ADEUS À COLA DE PEIXE NA PRODUÇÃO DE SUA CERVEJA

CERVEJA NÃO ENGORDA E FAZ BEM À SAÚDE (SE CONSUMIDA COM MODERAÇÃO)

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Formada em Administração de Empresas e apaixonada pela arte de escrever, criou o blog Metamorfose Ambulante e escreve para GreenMe desde 2018.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Instagram
Siga no Facebook