As plantas que evoluíram para manipular formigas e serem defendidas

  • atualizado: 
plantas e formigas

As plantas são chatas, elas ficam ali paradas, realizando a fotossíntese enquanto os animais se divertem, se movem, se perseguem e admiram o mundo. Tudo falso! Embora tendamos a acreditar na monótona vida das planta, a verdade é que elas desenvolveram características específicas para se tornarem atraentes para as formigas, manipulando-as para serem defendidas por estas.

Uma relação de troca mútua para as plantas inteligentes, que oferecem néctar agradável aos insetos e lugares escondidos sob os quais se abrigarem. Mas em troca, elas usaram as formigas seja para espalhar suas sementes seja como guarda-costas.

Um novo estudo publicado na Pnas perturba a história genética de 1700 espécies de formigas e 10.000 espécies de plantas. Pesquisadores liderados por Matt Nelsen, pesquisador do Field Museum, descobriram plantas que evoluíram em torno das formigas, desenvolvendo maneiras de enganá-las para se protegerem e disseminarem suas sementes.

Os cientistas não tinham certeza de como tivesse começado o relacionamento evolutivo entre elas. Este remonta ao tempo dos dinossauros e não é fácil entender pelos fósseis como esses organismos se interagivam.

"Há muito pouco registro fóssil dessas estruturas nas plantas, elas não vão muito longe no tempo, existem toneladas de formigas fósseis, mas geralmente não mostram esses comportamentos. Você não vê necessariamente uma formiga preservada no âmbar que carrega uma semente", explica Nelsen.

Assim, para determinar a história evolutiva inicial das interações entre plantas e formigas, Nelsen e seus colegas usaram grandes quantidades de dados de DNA e bancos de dados ecológicos.

"Em nosso estudo, relacionamos essas características físicas e comportamentais com árvores genealógicas de formigas e plantas para determinar quando elas começaram a comer e a viver de plantas, e quando desenvolveram a capacidade de produzir estruturas que as explorassem", explica Corrie Moreau, co-autor da pesquisa.

A equipe mapeou a história do uso das plantas pelas formigas nessas árvores genealógicas, um processo chamado de reconstrução do estado ancestral.

A esse ponto, conseguiu-se determinar quando as plantas começaram a confiar nas formigas para defesa e distribuição das sementes. Da pesquisa surgiu que esses seres minúsculos confiaram nas plantas por muito tempo.

"Meu principal interesse é o estudo de como evoluíram as interações entre os organismos e como essas interações mudaram a história evolutiva deles; quando formigas começaram a usar plantas e quando as plantas começaram a criar estruturas para formigas?" diz Matt Nelsen.

Segundo os cientistas, algumas plantas possuem características evolutivas que podem ter atraído as formigas, e que de qualquer modo as convenceram de defendê-las dos ataques de outros insetos e até de mamíferos; espinhos vazios nos quais se estabelecer ou néctar extra nas folhas ou caules.
 
Outras plantas usavam formigas para espalhar suas sementes, "corrompendo-as" com ricas "embalagens" de alimentos coladas às suas sementes (os elaiossomos). "A formiga vai coletar a semente e retirá-la, comer a comida e descartar a semente - muitas vezes em uma área rica em nutrientes, onde vai crescer melhor", explica a equipe.

O estudo é importante porque fornece uma visão de como essas interações evoluíram. É a natureza nos surpreendendo sempre!

Talvez te interesse ler também:

PLANTAS SENTEM DOR, SIM SENHOR: NOVO ESTUDO CONFIRMA!

DESCOBERTO UM NOVO TIPO DE FOTOSSÍNTESE QUE REESCREVERÁ OS LIVROS DE CIÊNCIAS

VIDA NA TERRA EM GRANDÍSSIMO PERIGO, ALERTAM 500 CIENTISTAS

Foto: Field Museum, Corrie Moreau

 

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!