Dia do índio 2015 marcado pelas muitas lutas indígenas

protestos indios

Na semana passada, de 14 a 16, ocorreu a Mobilização Nacional Indígena, em Brasília com a participação de mais de 1500 índios.

A reivindicação principal entre as tantas lutas que os índios enfrentam todos os dias, era “Não à PEC 215” que pretende passar do executivo para o legislativo a competência pela demarcação das terras indígenas.

No dia 14, os índios caminharam até o Supremo Tribunal Federal para realizarem uma vigília, afirmando que o Congresso Nacional vem atacando os seus direitos constitucionalmente garantidos, principalmente o direito à terra. 

No dia 16 houve confronto entre índios e policiais. Proibidos pelo presidente da Câmara dos Deputados de entrarem na Casa, os índios forçaram a barreira dos policiais, dando ao início ao confronto que teve o saldo de dois policiais e quatro índios foram presos. 

Após o confronto os índios se apresentaram à reunião com o Eduardo Cardozo, Ministro da Justiça, que se disse contrário a PEC 215. No mesmo dia, o Senado fez uma homenagem antecipada ao Dia do Índio (19) apontando que a referida PEC é um símbolo das injustiças históricas cometidas contra esses povos no Brasil. 

Os índios pedem o arquivamento da PEC de uma vez por todas: “Fora PEC 215” dizia uma camisata entregue aos parlamentares e autoridades presentes. 

Nesta segunda-feira (20), a Presidente Dilma deverá atender a reivindicação de quatro etnias dos estados do Amazonas e Pará e homologar 232.544 hectares de terras nas regiões. As terras indígenas são: Arara da Volta Grande do Xingu (povos arara e juruna), Mapari (índios kaixana), Setemã (índios mura).

Todo dia é Dia do Índio para quem ama e respeita essa terra chamada Brasil. A luta continua.

Leia também: Dilma: menor média de homologação de terras indígenas em 20 anos

Fonte foto: fotospublicas.com