Plástico: um garoto de 19 anos sabe como reduzir pela metade o lixo dos oceanos

garoto de 19 anos sabe como reduzir pela metade o lixo dos oceanos

Boyan Slat, um garoto de 19 anos tinha inventado o chamado Ocean Array Cleanup, um sistema para limpar os plásticos dos oceanos. Agora, um estudo de viabilidade mostrou que a técnica funciona e pode realmente eliminar metade do plástico da Great Pacific Garbage Patch, a famosa Ilha de Plástico.

Como pode ser visto em um relatório, entre abril de 2013 e maio de 2014 foram examinadas as viabilidades técnica e financeira do conceito. Com os custos cobertos por uma campanha de crowdfunding, uma equipe de mais de 100 pessoas, formada por representantes de empresas e institutos de pesquisa, colaboraram na produção de uma investigação completa.

Foi feito também um teste nos Açores para avaliar os efeitos adversos sobre o ambiente. Durante os experimentos, foram capturados numerosos resíduos de plástico e pequenas quantidades de zooplâncton. Além disso, de acordo com o inventor do sistema, o plástico recolhido pode ser reciclado e reutilizado.

Como é que funciona o Ocean Array Cleanup?

Formado por dois longos braços na água, o dispositivo possui cerca de 3 metros de profundidade, uma medida não acidental, porque a profundidade em que se encontra a maior parte do plástico no mar, é exatamente esta. O lixo é bem capturado e não se move. O ângulo da posição dos braços empurra o plástico flutuante na direção da plataforma de recolha. Aqui é, então, filtrado, separado do plâncton e armazenado para reciclagem.

Como você pode pode ver no vídeo abaixo, o sistema não usa combustível de qualquer tipo para atrair o plástico, mas aproveita as correntes naturais do mar e do vento. As barreiras flutuantes foram projetadas ainda para evitar que peixes e outras espécies marinhas sejam capturados.

O próximo passo será a realização concreta do projeto. Faltam 2.000.000 de dólares para se conseguir chegar à próxima fase, para a qual foi lançada uma nova campanha de crowdfunding.