Estudantes de design criam uma garrafa d'água comestível

Estudantes de design criam uma garrafa d'água comestível

Sabe aquela garrafinha de água que você acabou de jogar no lixo? Sabe o que vai acontecer com ela? Infelizmente apenas 20% delas serão recicladas, o restante irá esperar 400 anos para se degradar. Foi pensando no problema ambiental das garrafinhas de água que três estudantes de design criaram o Ooho – uma garrafa d'água comestível, um recipiente com forma de bolha gelatinosa feita a partir de algas marinhas e cloreto de cálcio.

O recipiente, de dupla membrana, é formado a partir do processo chamado de “esferificação”, um método usado pela primeira vez em 1946. Primeiro a água é congelada e, depois, os cubos de gelo são encapsulados na membrana gelatinosa.

A embalagem ecológica também reduz os custos, já que a maior parte do custo de produção de água vem da própria garrafa. Segundo os criadores, a Ooho pode ser feita com apenas 2 centavos de dólares.

E se a sede bater, basta perfurar a membrana e beber o líquido de seu interior, ou colocar tudo de uma vez na boca já que o Ooho é comestível e biodegradável. Porém como todo projeto recém-nascido, o Ooho não está livre de pequenos imprevistos – ao morder a membrana, você corre o risco de se molhar. Os inventores ainda estão aperfeiçoando a “garrafa” e pensando como manter a embalagem limpa antes de ser bebida ou comida.

Por mais estranha que a ideia possa parecer, a Ooho foi vencedora do segundo concurso anual Lexus Design Award e se apresenta como uma resposta criativa para um problema cada vez mais sério.

Fonte foto: psfk.com