Abril no Brasil, outono, frutas gostosas e muito mais

  • atualizado: 
Abril no Brasil, outono, frutas gostosas

Bem-vindo abril, mês em que começa o outono e você deve privilegiar as frutas e verduras da estação, ou seja, as que estão amadurecendo agora, sem aditivos ou gases, orgânicas, de preferência, e colorindo a sua mesa, refinando os sabores da sua alimentação. Mas, este ano tem mais: abril brasileiro, mês de defesa da democracia jovem que temos no país, com muito colorido, garra e samba no pé reafirmando o sentido democrático que quer para a nossa sociedade. Festa bonita, colorida, tal qual uma banca de frutas e verduras das nossas feiras livres.

Em abril a variedade de feira é grande, como sempre. Essa é uma das vantagens do nosso país: produzir em qualquer época, sempre é possível. Mas, uma coisa é certa, se privilegiamos as frutas, verduras e legumes, nas feiras de pequenos produtores, de acordo com as safras, e se esses pequenos produtores estão engajados em fazer produção agroecológica ou mesmo orgânica, com certeza ganharemos todos - eles porque vendem bem, nós porque compramos do mais barato, fruta de época é mais barata, e bem mais saudável.

E você sabe por que a fruta de época é bem mais barata? É simples: acontece que a natureza tem seus ciclos, naturais, é claro, e a fruta de época nasceu e cresceu observando estes ciclos, sem ser apressada de maneira nenhuma. Então, o agricultor tem menos gastos para essa produção, e o preço final também cai.

Aproveite das frutas e verduras de época e fortaleça a saúde do seu corpo e do seu bolso.

Frutas, verduras e legumes de abril

Frutas: abacate, ameixa, banana-maçã, caqui, cidra, jaca, kiwi, maçã, mamão, pera, tangerina e uva;

Verduras: alface, alho-poró, almeirão, catalonia, escarola e repolho;

Legumes: abóbora, abobrinha, berinjela, beterraba, cará, chuchu, gengibre, inhame, mandioquinha, nabo, pepino e tomate.

Receitinhas para abril, temperaturas mais amenas, céu mais azul

salada frutas

Salada de frutas: uma bela salada, fresquinha, é uma delícia de manhã, e você ainda pode incrementar a sua com um yogurte natural feito em casa.

Compota de jaca: fazer doce de jaca é facílimo mas, meio demorado.

* Você vai abrir a jaca, tirar os gomos (uns 2 kg de gomos), sem caroço porque amarga o doce, e misturar com um açúcar cristal (1 copo) até a jaca começar a soltar sua água.

* Cozinhar em fogo baixo até os gomos ficarem moles. A jaca demora para cozinhar então, se você preferir, agregue meio copo de água, para apressar e uniformizar o cozimento. Se achar que precisa, pode colocar mais meio copo de água e algumas colheres de açúcar, para a calda se fortalecer.

* Quando a jaca já estiver cozida (o bago da jaca fica meio transparente) e a calda firme, coloque os cravos-de-cheiro e cozinhe mais um pouco. O cravinho serve como conservante mas, esse doce tem que ser guardado na geladeira, para não estragar.

Sopa-creme de alho-porró com mandioquinha: esta é uma receita bem fácil, para fazer rapidinho quando você chega em casa.

* Quando você for comprar mandioquinha, lave-as bem, seque e congele - mandioquinha estraga rápido e, dessa maneira, se conserva integralmente para o uso.

* Bem, pegue suas mandioquinhas congeladas (se não gostar da casca, basta raspá-las. Eu faço com casca e tudo) e ponha na água com sal para cozinhar. Corte o alho-porro bem fininho, jogue também na panela.

* Quando mandioquinha e alho-porro estiverem molinhos, bata com o mixer até formar um creme. Acerte o sal, um fio de azeite ou, se preferir, uma colheradinha de manteiga e, no final, um punhado de salsinha picada miudinho. Pronto, agora é só servir.

Ah, mas e as berinjelas? Bom, eu gosto muito de berinjela tostada no fogo - para tirar a casca - e depois batida no garfo até virar patê. Temperada com alho cru em azeite de oliva, sal e tomilho. Só isso, fora as torradinhas recém saídas do forno para acompanhar.

Um bom outono para todos nós, é o que o GreenMe deseja.

Leia também:

setaBERINJELA À PARMEGIANA: A VERDADEIRA ITALIANA!