A obesidade no mundo...e o Brasil em 4° lugar!!!

obesidade

Estudo revela quais são os 10 países mais obesos do mundo, além de um preocupante aumento da obesidade e sobrepeso tanto em adultos – 28% de aumento – quanto em crianças – 47%nos últimos 33 anos.

O número de pessoas obesas tem aumentado, de 857 milhões em 1980 para 2.1 bilhões em 2013, de acordo com um uma análise feita pelo Global Burden of Disease Study que foi publicada no periódico The Lancet.

Top 10 da obesidade mundial

De qualquer modo, os níveis de obesidade variam enormemente entre as regiões do mundo, com mais da metade dos indivíduos obesos – um total de 671 milhões – vivendo em 10 países. São eles:

* EUA – mais de 13% do total de obesos do mundo;

* China, em 2º, e

* Índia, em 3º, – juntas representando 15% do total;

* Brasil;

* México;

* Egito;

* Alemanha;

* Paquistão;

* Indonésia.

Histórico da obesidade nas últimas décadas

Nas últimas três décadas, o grande aumento nos níveis de obesidade, entre mulheres, tem ocorrido no Egito, Arábia Saudita, Omã – na região do Oriente Médio – Honduras e Bahrein. Já entre o público masculino, o crescimento se dá na Nova Zelância, Bahrein, Kuwait, Arábia Saudita e nos EUA.

Nos países ricos, o principal aumento nos índices de obesidade entre adultos tem-se revelado da seguinte forma:

* EUA –1/3 da população;

* Austrália – com 28% dos homens e 30% das mulheres;

* Reino Unido – cerca ¼ da população.

O estudo sobre obesidade

Esses resultados advêm de uma nova análise abrangente sobre a prevalência, em níveis global, regional e nacional, do sobrepeso e da obesidade em adultos a partir de 20 anos, bem como em crianças e adolescentes, entre 2 e 19 anos, no período que compreende os anos 1980 e 2013.

Os autores, liderados por Emmanuela Gakidou, do Institute for Health Metrics and Evaluation – centro de excelência na Universidade de Washington, nos EUA, alertam que o estudo apresenta um quadro preocupante do aumento substancial nos patamares da obesidades ao redor do mundo e dizem que ações efetivas são necessidades urgentes para revertê-lo.

Leia também: Junk food igual ao cigarro: fotos chocantes em suas embalagens para alarmar sobre os riscos

O estudo se debruçou sobre uma pesquisa aprofundada que levou em conta os dados disponíveis de pesquisas, relatórios e na literatura científica, para mapear tendências sobre a prevalência de sobrepeso – IMC de 25kg/m² ou superior – e obesidade - 30kg/m² ou superior – em 188 nações, espalhadas por todas as regiões do mundo, entre 1980 e 2013.

Leia também: Em dez anos triplica o número de mortes por obesidade no Brasil

Fonte foto: freeimages.com