Google e Rio de Janeiro investem na produção independente

O Google tem se tornado uma presença mais constante na realidade brasileira. Não apenas no mundo online, mas também no mundo físico. Prova disso é o iniciativa da empresa, em parceria com a prefeitura do Rio de Janeiro, a criação de um armazém de 2,2 mil metros quadrados na zona portuária, centro da capital fluminense, e que servirá de estúdio e espaço para workshops para produtores independentes com interesse em divulgar vídeos na web. O projeto deve aumentar a produção carioca sobre conteúdo multimídia na internet.

A empresa responsável e braço do Google, é o YouTube Space, plataforma do Youtube, que já funciona em São Paulo desde outubro de 2014, além das cidades de Los Angeles, Nova York (EUA), Londres (Reino Unido), Tóquio (Japão), Berlim (Alemanha), Mumbai (Índia).

Os profissionais e entusiastas que utilizam a plataforma são chamados de YouTubers, tendo mais de 2,5 mil seguidores, e poderão produzir vídeos para internet sem nenhum custo. A estimativa é de que o estúdio receba cerca de 12 mil pessoas por trimestre.

Os custos do investimento e locação foram mantidos em sigilo. Houve apenas declarações do presidente do Google no Brasil, Fábio Coelho, sobre a estrutura do estúdio e o prazo para entrega: “Temos 70 milhões de brasileiros conectados ao YouTube e o Brasil é um dos cinco maiores mercados em consumo audiovisual, mas não em produção, o que mostra a oportunidade para a comunidade de YouTubers”, disse.

Fábio também se expressou sobre a primeira experiência do Google no mundo com o estúdio feito em São Paulo, um local moderno com 300 metros quadrados: "Foi um [projeto] piloto que demonstrou que valia a pena fazer um investimento dessa estatura aqui na cidade do Rio. “Acreditamos que podemos ajudar, como viabilizadores e como plataforma de tecnologia”, afirmou. A Google Brasil tem feito parcerias com operadoras de telefonia no país e com o governo federal para melhorar a tecnologia de conexão, informou.

O prefeito do Rio de Janeiro, preocupado com a revitalização da cidade principalmente por conta das Olímpiadas de 2016, demonstrou sua alegria e otimismo com a instalação do estúdio do Google o Porto do Rio, que, segundo ele, deverá incentivar novas empresas a fazerem o mesmo e agilizar a revitalização do espaço: O lugar não poderia ser mais apropriado. O que mais precisamos agora é de investimentos privados, e consolidamos isso com a vinda do YouTube Space. “Há uma cadeia indireta que o YouTube gera”, finaliza.

No entanto existem regras para usufruir do novo espaço gravando vídeos. Somente quem já faz vídeos e possui mais de 250 mil seguidores podem desfrutar gratuitamente da tecnologia do polo. Mas outras pessoas podem participar das várias oficinas abertas no local também gratuitamente.

A iniciativa é interessante porque a internet é um espaço aberto onde as pessoas podem se expressar livremente (seguindo os devidos termos) e ainda ganharem dinheiro com isso. É uma possibilidade para uma cidade, e um país, cheio de gente criativa e talentosa mas que nem sempre tem oportunidade e meios de se expressarem.

Leia também:

FLINSTSTONES: UMA ACADEMIA AO AR LIVRE NA PRAIA DO ARPOADOR

GREENPEACE INCENTIVA A SUSTENTABILIDADE EM FAVELAS CARIOCAS

Fonte foto: freeimages