tosse-bronquite
tosse-bronquite

Bronquite: o que é, sintomas e remédios

Com a chegada do inverno, as doenças respiratórias se tornam mais comuns. Uma delas é a bronquite.

{index}

O que é bronquite

A bronquite é uma inflamação dos brônquios, que são canais responsáveis por conduzirem o ar que inalamos até os alvéolos pulmonares. No interior dos brônquios, há minúsculos cílios que eliminam o muco presente nas vias respiratórias. Quando há acúmulo de secreção, por causa da instalação da bronquite, os brônquios se inflamam e se contraem, provocando o sintoma da tosse.

A bronquite, quando se torna aguda, é comumente causada por vírus, mas pode, também, resultar de uma infecção bacteriana. É contagiosa quando provocada por vírus ou bactérias e a sua transmissão é como a da gripe, através de gotículas expelidas em espirros, tosse ou contato.

O Dr. Drauzio Varella explica que o cigarro é uma das principais causas que agrava a bronquite, bem como o contato com poluentes químicos e ambientais. Quando agravada, a bronquite pode gerar outras doenças respiratórias, como a pneumonia.

Sintomas da bronquite

O principal sintoma da bronquite é a tosse. Na bronquite aguda, ela é seca e, quando crônica, a expectoração é clara e pode tornar-se amarelada e espessa com o desenvolvimento da doença. Outros sintomas são: falta de ar; chiado ao respirar; febre e calafrios (menos frequentes).

Tratamento

A bronquite aguda dura, em geral de 10 a 15 dias, e não tem tratamento específico. É indicado que o doente se hidrate bastante, use vaporizadores, analgésicos e descongestionantes.

Quem é fumante deve parar imediatamente de fumar e não permanecer em ambientes fechados em que haja fumaça de cigarro. Aqueles que têm bronquite crônica devem tomar a vacina contra a gripe e a pneumonia.

Remédios caseiros

Existem várias ervas que podem ajudar no tratamento da bronquite, mas é importante consultar um médico antes de se automedicar pois, até mesmo remédios naturais e caseiros podem dar reação adversa, causar efeitos colaterais e ou interação medicamentosa.

Confira, a seguir, como realizar um tratamento natural para aliviar os sintomas da enfermidade, tendo antes consultado um médico a respeito.

Coração de bananeira

Você pode fazer um xarope de coração de bananeira seguindo esta receita:

  • Utilize um coração de bananeira de tamanho médio ou pequeno.
  • Corte-o em fatias finas e separe.
  • Pegue outra vasilha e pegue uma rapadura e raspe até que esta vire uma farofa (ou use açúcar mascavo).
  • Em uma travessa de vidro coloque uma camada fina de do coração de bananeira picado e cubra com outra camada da rapadura raspada. Faça as camadas até misturar totalmente.
  • O próximo passo é cobrir com um pano e deixe descansar por um dia.
  • Depois é só coar e o xarope está pronto para ser tomado.
  • Tome por três vezes por dia e se sentirá muito melhor.

Aroeira branca

A aroeira branca tem propriedades bacteriana, antiviral, citotóxica e imunomoduladora, ou seja, que pode ser usada para tratar alguns tipos de câncer, processos infecciosos, virais e do sistema imunológico, sendo uma planta aliada no tratamento da bronquite.

Para aproveitar os benefícios dessa planta, basta fazer uma infusão das folhas e da casca.

Guaco

O xarope de guaco é uma clássico no tratamento contra a tosse. O principal uso do guaco é para casos de asma e bronquite, por sua propriedade broncodilatadora, cujas substâncias, denominadas cumarinas, atuam diretamente nos canais de cálcio da musculatura lisa dos pulmões, acarretando o relaxamento quase imediato e, em consequência, aliviando os sintomas da bronquite.

O guaco deve ser usado em infusões, na concentração de 1 colher de chá para 100 ml de água de folhas secas trituradas. Certifique-se da qualidade da erva que você irá comprar.

Poejo

O poejo, planta da espécie Mentha pulegium, é usada para diversos fins:

  • contra gases intestinais,
  • expectorante,
  • antiespasmódica (relaxante muscular),
  • antigripal,
  • contra bronquite,
  • tuberculose e
  • béquica (acalma tosses).

Estudos demonstram sua potente atividade antioxidante, porém também alerta para seu potencial tóxico se consumida em altas concentrações, pois há na composição do óleo essencial uma substância denominada pulegona. Em experimentos ficou comprovado seu potencial abortivo, portanto a infusão de poejo é contraindicada em caso de gravidez.

A União Europeia já estipulou uma concentração ideal da substância supracitada para que não haja intercorrências de toxicidade na população, a saber:

  • em bebidas: 100 mg por Kg (da pessoa)
  • em alimentos: 25 mg por Kg
  • em produtos de confeitaria: 350 mg por Kg

Para a elaboração de chás de forma segura, as concentrações são sempre mínimas (1 colher de chá rasa para 200 ml de água).

Alguns remédios caseiros podem ajudar a aliviar os sintomas da bronquite. Mas é fundamental que um médico seja consultado para diagnosticar a doença e estabelecer um tratamento eficaz.

Talvez te interesse ler também:

COMO ALIVIAR A TOSSE DO BEBÊ, DE ACORDO COM A CIÊNCIA

XAROPE FEITO EM CASA PARA TOSSE SECA: 7 RECEITAS NATURAIS

TOSSE CHEIA OU SECA: DIFERENÇAS E REMÉDIOS NATURAIS

Sobre Gisella Meneguelli

Gisella Meneguelli
É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.

Veja Também

Covid e vacina, milhões de mortes e microchip: será que a profecia do Bill Gates vai se cumprir?

Em 2015, o empresário Bill Gates disse, em uma conferência para o TED em abril, …