Síndrome de Brugada: descoberto o mecanismo que faz o coração parar de repente

  • atualizado: 
Síndrome de Brugada

A síndrome de Brugada é um distúrbio que é particularmente assustador, pois causa uma parada repentina do coração, mesmo em pessoas jovens e saudáveis. Um novo estudo esclarece o mecanismo por trás dessa anormalidade cardíaca e encontra um possível sistema para tratar o problema.

Uma pesquisa realizada pela Irccs Policlínica San Donato, na Itália, e publicada no Journal of American College of Cardiology conseguiu descobrir o mecanismo que faz o coração parar repentinamente.

A equipe de especialistas conseguiu pela primeira vez descrever a anomalia elétrica na base da fibrilação ventricular, que causa a morte súbita de pessoas jovens e aparentemente saudáveis.

O estudo mostra essencialmente que a síndrome está presente desde a infância na superfície epicárdica do ventrículo direito e gera o risco de desenvolver arritmias ventriculares ao longo da vida. Isso obviamente coloca a pessoa em risco de eventos cardíacos fatais.

Substancialmente, as diferenças subjacentes à esta síndrome foram representadas como células anormais a nível elétrico, dispostas em camadas e cercadas por tecidos saudáveis. Uma espécie de ilhas de tecidos agressivos doentes que estão predispostos a gerar, mais cedo ou mais tarde, uma parada cardiocirculatória.

Assim explicou Carlo Pappone, diretor da unidade operacional de Aritmologia da Irccs Policlinico San Donato, o experimento conduzido por sua equipe:

"Foram incluídos sejam pacientes sobreviventes a uma parada cardíaca seja pacientes com manifestações leves. Em ambos os grupos, as ilhas de tecido anormal resultaram bastante semelhantes, quando solicitadas pela administração de ajmalina, um fármaco antiarrítmico, droga que simula em laboratório o que pode acontecer durante a vida desses pacientes: células dormentes que repentinamente durante a febre ou depois de uma grande refeição ou durante o sono, podem "explodir" gerando uma paralisia completa do coração com consequente ataque e morte súbita".

O problema é que a triagem de rotina do coração (principalmente o eletrocardiograma) não é suficiente para identificar os pacientes nos quais essa síndrome esteja presente. De fato, testes muito mais precisos são necessários.

O Departamento de Arritmologia IRCCS Policlinico San Donato desenvolveu a capacidade de realizar um mapeamento do coração usando um software específico capaz de encontrar, graças à ondas de rádio frequência, as zonas anômalas.

Mas isso não é tudo. Depois de ter identificado, a tecnologia sofisticada é capaz de trazê-las de volta ao normal, tornando o ventrículo direito totalmente funcional do ponto de vista elétrico.

Até o momento, 350 pacientes tratados com este método tiveram o ventrículo regularizado, mesmo após a administração da ajmalina.

Sobre os riscos de ataques cardíacos, talvez te interesse ler também:

INFARTO: 20 SINTOMAS QUE NÃO DEVEMOS IGNORAR

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!