Você come unha? Pesquisa revela o porquê

  • atualizado: 
roer unhas

Responda à pergunta: uma pessoa que rói as unhas é uma pessoa: ansiosa, nervosa ou perfeccionista?

Levante a mão quem nunca, pelo menos uma vez na vida, roeu unhas. Provavelmente pouquísimas pessoas nunca fizeram isso e a questão não é apenas de um mau hábito que deixa dedos e unhas horríveis.

De acordo com um  estudo, comer unha revelar algo a mais sobre o nosso caráter.

50% da população sofre deste problema, que não é típico apenas das crianças ou adolescentes. Muitos adultos também roem unhas porque a onicofagia é um hábito difícil de erradicar, apesar dos muitos métodos e remédios naturais que temos à nossa disposição.

Durante anos, comer unha esteve ligado ao nervosismo e à ansiedade, mas um estudo publicado no Journal of Behavior Therapy and Experimental Psychiatry (JBTEP) fornece algum elemento a mais.

Aqueles que comem suas unhas seriam pessoas perfeccionistas que, como tais, dificilmente conseguem relaxar se não alcançam o máximo de suas performances e, portanto, colocariam propriamente nas unhas esta frustração.

"Nós acreditamos que as pessoas que têm esse comportamento repetitivo são perfeccionistas sujeitas à frustração, impaciências e insatisfação se não conseguem alcançar seus objetivos", diz Kieron O'Connor, um dos autores do estudo.

Durante o experimento, observou-se o comportamento de 48 voluntários, comedores compulsivos de unha. Todos tiveram que responder a um questionário que visava compreender o comportamento e as emoções deles.
 
De acordo com a equipe de pesquisadores, em todos aqueles que tinham o hábito de comer unhas, verificou-se traços do perfeccionismo. Eram pessoas que faziam planos detalhados, mantinham ordens maníacas e muitas vezes eram frustrados por não conseguirem dar o máximo de si mesmos.

Em suma, comer suas unhas, mesmo que pareça inócuo, é um hábito que não faz bem ao nosso aspecto estético nem à nossa saúde física (pense nas unhas frágeis e nos micróbios ingeridos). Além disso, esta mania revela algo não muito bacana sobre a nossa maneira de ser e nosso modo de viver.

De acordo com os pesquisadores, o segredo para parar de comer unhas poderia estar no levar a vida com mais leveza, e tranquilidade, sem se cobrar de fazer sempre tudo perfeitinho. Afinal, perfeição não existe! Disso todos devem se lembrar.