remédio para torcicolo
remédio para torcicolo

Remédio Para Torcicolo: como acabar com a dor irritante

Em determinado dia, você acorda, ou mesmo depois de fazer algum movimento brusco, e sente que o pescoço “travou”. Só quem passou por um episódio de torcicolo sabe o quanto essa é uma dor irritante e limitadora.

Apesar de gerar até mesmo comentários engraçados de quem vê alguém nessa situação, o torcicolo pode indicar doenças mais sérias, principalmente quando é recorrente.

Conheça abaixo tudo sobre torcicolo e saiba como acabar com a dor utilizando medidas simples, como exercícios e massagens.

O QUE É TORCICOLO?

O torcicolo é uma torção muscular, que ocorre na lateral do pescoço, próximo a jugular, e que causa dor e dificuldade de movimentar a cabeça.

É mais frequente de manhã, mas pode acontecer após movimentação brusca, por exemplo. Mulheres e idosos são mais propensos a desenvolver o torcicolo, mas existem várias causas para esse problema.

AS CAUSAS DO TORCICOLO

A causa mais comum desta dor é o chamado torcicolo espasmódico, um tipo de contração que ocorre em decorrência de uma tensão muscular, causada por sobrecarga física, emocional ou movimento brusco.

A má postura, dormir de bruços, dormir mal (em colchão e ou com travesseiros ruins), algumas lesões (como queimaduras e cicatrizes) e a fadiga muscular, além do estresse, também podem desencadear o torcicolo.

Além disso, existem casos de torcicolo congênito, quando a pessoa já nasce com essa torção, e também como consequência de algumas doenças, como o AVC, reumatismo, problemas nos músculos extraoculares e disfunções do labirinto, região que fica na parte interna do ouvido e é responsável, entre outras coisas, pelo equilíbrio.

COMO RECONHECER O TORCICOLO

O principal sintoma do torcicolo é a rigidez muscular excessiva, que provoca muita dor e dificuldade de movimentação do pescoço, causando dificuldade para se virar e olhar dos lados por exemplo. Além disso, pode ocorrer inchaço no local, dor de cabeça, elevação do ombro no lado do torção, tensão, tonturas e até tremores.

Na maioria dos casos, o torcicolo se resolve em, no máximo, três dias. Porém, casos que duram mais de uma semana, ou que venham acompanhados de sintomas como formigamento, dificuldade de respirar, engolir ou controlar a urina, febre ou perda de força no braço, necessitam de ajuda médica o quanto mais rápido possível, melhor.

COMO ACABAR COM A DOR IRRITANTE

O torcicolo é um problema relativamente simples de se resolver.

Um médico pode prescrever medicamentos, como analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares como forma de tratamento mas, estes são tratamentos paliativos, que resolvem a dor mas não curam as suas causas e estas devem ser investigadas para que não se repitam.

Já nos casos em que o torcicolo se deu por causa passageira, ter dormido mal ou ter passado por um dia estressante, por exemplo, podem ser resolvidos ou aliviados com exercícios específicos de relaxamento, que visam recuperar rapidamente a movimentação do pescoço.

Veja aqui logo abaixo um vídeo com exercícios de relaxamento e alongamento da área dolorida. O mais importante, nesse caso, é fazer os movimentos com delicadeza para evitar que o quadro piore ainda mais.

Durante o episódio de torcicolo é possível também recorrer a massagens, com óleo de amêndoas, cremes ou hidratantes, bem como alternar compressas quentes, que vão ajudar no relaxamento muscular, e frias, que auxiliam na diminuição da dor.

O vídeo abaixo ensina a fazer automassagem contra dores no pescoço. Confira:

É importante também repousar durante o episódio de torcicolo, principalmente, nos casos envolvendo situações estressantes. Nessa fase não force a musculatura do pescoço e aos poucos vá fazendo os exercícios de relaxamento mencionados acima.

O uso de colar cervical é recomendado em alguns casos. Uma toalha macia presa firmemente no pescoço pode substituir o colar cervical, se necessário.

É essencial também evitar atividades físicas pesadas durante os episódios de torcicolo.

Para quem sofre com torcicolos frequentes ou mais graves, fisioterapia, acupuntura e até mesmo cirurgias podem ser recomendadas. Também existem tratamentos feitos com toxina botulínica que ajuda na diminuição da dor e na reabilitação dos movimentos. Mas somente um médico pode recomendar o melhor tratamento tento individualizado suas causas.

PREVENINDO O TORCICOLO

Embora as pessoas não recorram ao médico, nos casos de torcicolo, tendo em vista que ele costuma sumir espontaneamente, é importante prevenir esses episódios, pois o torcicolo pode indicar outras doenças mais graves.

Vale lembrar que o torcicolo tem um importante fundo emocional, e o estresse pode desencadeá-lo. O corpo pode, nesse caso, responder ao estresse tencionando a musculatura ainda mais, e como o pescoço é uma região frágil, pouco exercitada pela maioria das pessoas, e que conta com grande quantidade de músculos, é comum que o torcicolo apareça, nessas situações.

Além de evitar o estresse, é importante sempre manter uma boa postura e adotar cuidados ergométricos, como verificar os móveis e aparelhos usados no ambiente de trabalho, utilizar colchões e travesseiros mais anatômicos e confortáveis, alongar-se, durante o dia e praticar atividades físicas que reduzem os níveis de estresse do corpo, fortalecem a musculatura e promovem uma melhora considerável da postura.

Sobre Cintia Ferreira

Cintia Ferreira
Paulistana formada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro, tem o blog Mamãe me Cria e escreve para GreenMe desde 2017.
Anterior Cisto no ovário – Tipos, Sintomas e Curas
Próximo Flor-de-lis: o significado escondido e como plantar esta flor espetacular

Veja Também

gengibre

Gengibre: todos os benefícios, propriedades medicinais e modos de usá-lo

Desde Hipócrates a Confúcio, até hoje, o gengibre tem sido usado em muitas culturas do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *