Viva a uva! Os seus antioxidantes nos protegem do Alzheimer

  • atualizado: 
uvas

Alzheimer e dieta. Muitos estudos vêm demonstrando que uma dieta adequada também pode ser útil na prevenção de doenças neurodegenerativas como a doença de Alzheimer. Agora, uma nova pesquisa coloca os holofotes sobre o consumo de uva, cujos antioxidantes melhoram o fluxo sanguíneo e a memória.

De acordo com um estudo piloto realizado pela Universidade da Califórnia em Los Angeles, verificou-se um efeito protetivo no metabolismo cerebral dos pacientes que consumiram o equivalente a 72 g de uva por dia, durante seis meses.

O Estudo

10 sujeitos com ligeira diminuição da cognição, foram divididos em dois grupos: o primeiro consumiu uma formulação de uva ativa (o equivalente a mais que duas xícaras de uvas por dia), o segundo um placebo, similar na aparência e no sabor, mas desprovido dos polifenóis.

O desempenho cognitivo dos pacientes foi medido através de avaliações neuropsicológicas realizadas no início do estudo e 6 meses após o início da terapia. As alterações no metabolismo cerebral que ocorreram em cada um dos regimes terapêuticos foram avaliadas por tomografia cerebral a fim de identificar alterações metabólicas cerebrais regionais significativas.

Os resultados

Ao contrário dos participantes que tomaram a formulação de uva ativa, que não apresentaram qualquer declínio significativo no metabolismo cerebral, os pacientes que tomaram o placebo sofreram um declínio metabólico significativo em áreas cerebrais ligadas às funções cognitivas, de memória e de atenção.

Os declínios metabólicos apresentados nas regiões cerebrais dos pacientes que tomaram o placebo, sabe-se que estão significativamente ligados aos estágios iniciais da doença de Alzheimer. Isto sugere um efeito protetor das uvas contra o declínio metabólico patológico precoce.

O segredo, muito provavelmente, está nos polifenóis da uva conhecidos por seus poderes antioxidantes e anti-inflamatórios.

Por reduzir o estresse oxidativo e promover um fluxo sanguíneo saudável, as uvas, por conseguinte, têm um poder especial na proteção da nossa saúde cerebral.

Viva a uva!

Leia mais sobre saúde e bem-estar:

SIM OU NÃO? UM CAPACETE É CAPAZ DE ADIVINHAR A RESPOSTA

FALAR 2 LÍNGUAS NOS PROTEGE DO ALZHEIMER

SARNA: SINTOMAS E COMO RECONHECÊ-LA (FOTOS)