©cottonbro/ Pexels

Biomagnetismo: o que é e para que serve?

Sabia que existe uma técnica terapêutica capaz de tratar uma doença sem a ingestão de substâncias, nem aplicação de qualquer tipo de produto químico, e sem efeitos colaterais indesejáveis?  É a Terapia do Biomagnetismo.

Essa terapia pode ser utilizada como complemento, juntamente com outros tipos de terapias e tratamentos de saúde.

Conheça o Biomagnetismo, veja o que é e para que serve:

Para que serve o Biomagnetismo?

O Biomagnetismo é uma técnica que elimina dores e inflamação, oxigena os tecidos do corpo e beneficia a circulação sanguínea.

Dessa forma, promove o equilíbrio homeostático (funções do organismo e composições químicas) e a saúde do indivíduo.

Como é aplicado o Biomagnetismo?

O tratamento do Biomagnetismo consiste em uma sessão por semana e a quantidade de sessões dependerá da gravidade da doença e da necessidade de mais tratamento.

Para a aplicação da Terapia Biomagnética, ou Biomagnetismo, são utilizados imãs com o objetivo de equalizar o nível do pH do organismo humano, favorecendo a cura de diversas doenças.

Os ímãs servem como ferramentas de avaliação do equilíbrio do organismo e para sua recuperação.

Através da utilização dos imãs, pode-se obter os seguintes resultados:

  • Estimular o fluxo de energia do corpo
  • Potencializar o magnetismo das células sanguíneas
  • Melhorar o fluxo sanguíneo e elevar a temperatura corporal
  • Estimular a assimilação de sais e a magnetização de íons metálicos
  • Equilibrar os impulsos nervosos, agindo também como anestésico
  • Alterar os campos magnéticos de patógenos prejudiciais como: vírus, bactérias, parasitas e fungos

 Origem do Biomagnetismo

No ano de 1988, um médico mexicano chamado Dr. Izaac Goiz Durán descobriu ao tratar um paciente com Aids, que os desequilíbrios de pH ocorrem em pares, ou seja, quando um ponto no corpo se torna mais alcalino, outro ponto se torna mais ácido e vice-versa.

Baseado na conclusão do Dr Izaac, se um ponto tivesse seu nível de pH alterado, o outro ponto também se alterava, entretanto, na polaridade oposta, ocorrendo uma ressonância entre os mesmos.

O Dr. Izaac tinha conhecimento sobre Magnetoterapia e sabia o quanto o campo magnético influencia e induz o aumento da resistência imunológica.

Ele também era Acupunturista e tinha conhecimento dos meridianos no corpo humano, que funcionam como pontos energéticos do organismo.

Em todo esse contexto e com seu conhecimento, o Dr Izaac resolveu tratar do paciente portador do HIV, já muito enfraquecido pela doença, e para isso ele experimentou colocar um ímã de polaridade negativa sobre o timo desse paciente.

Nessa experiência, esse médico observou que a perna do paciente havia repuxado e que ao retirar o ímã do timo, a perna voltava ao normal. Então, ele resolveu  colocar outro ímã de polaridade oposta em outras partes do corpo, e nesse caso, não houve reação.

Ele então resolveu fazer um outro procedimento: colocou o ímã de polaridade oposta na região do reto e a perna voltou ao normal, sem repuxar mais.

O paciente foi embora e, dias depois, o Dr. Goiz esteve novamente com ele. O paciente relatou ter  piorado dos sintomas em seguida ao tratamento, porém, já estava se sentindo muito melhor.

O tratamento de Biomagnetismo foi repetido e o paciente foi curado.

Com esse bom resultado, outros pacientes foram se tratar com o Dr. Izaac e saíram beneficiados com o Biomagnetismo.

O Dr. Izaac, percebeu através dos tratamentos que realizou, que havia muitos pares espalhados pelo corpo e os denominou de “pares biomagnéticos”. Ele também percebeu que cada tipo de patógeno preferia determinados pares biomagnéticos, se alojando e se proliferando neles.

A dedução desse médico é que para curar determinada doença, bastava encontrar os pares desequilibrados no corpo do paciente, e restabelecer o nível adequado de pH deles. Assim, eliminaria os agentes causadores do problema de saúde.

Etapas do Tratamento do Biomagnetismo

O tratamento através do Biomagnetismo, se divide em dois momentos:

FASE 1 – Nesta fase se detecta os pares com desequilíbrio de pH no corpo do paciente, fazendo um rastreamento geral utilizando a Bioenergética

FASE 2 – Já nesta etapa se promove o reequilíbrio do par em desequilíbrio, colocando ímãs com potencial superior a 1000 gauss, durante alguns minutos, para restabelecer os níveis normais de pH

O registro do trabalho sobre Biomagnetismo

Em 2005, o Dr. Izaac registrou os resultados de seu trabalho e experiências clínicas no livro “Par Biomagnético, Biomagnetismo Médico y Bioenergética: Experiencias de Curación”, relatando todas melhorias e curas em 98% dos tratamentos.

Diferença entre Biomagnetismo e Magnetoterapia

Apesar de ambas terapias atuarem com o magnetismo do corpo, elas apresentam diferenças entre si, tais como:

  • A Magnetoterapia é aplicada para tratar disfunção ou lesões, atuando como analgésico e anti-inflamatório
  • Nesta terapia, os campos magnéticos utilizados são de baixa intensidade (entre 100 a 500 Gauss) e aplicados por períodos mais longos em partes do corpo com sintomas específicos.
  • Outra diferença é que a Magnetoterapia é mais utilizada como uma fisioterapia, baseada na aplicação de campos magnéticos, através de aparelhos e equipamentos, para estimular a recuperação principalmente de pacientes com doenças musculoesqueléticas.

Em comparação com a Magnetoterapia, o Biomagnetismo trata uma variedade maior de doenças e de forma mais abrangente.

Um vídeo sobre o que é o Biomagnetismo

Este vídeo do canal Ver Mais Londrina mostra a entrevista da Terapeuta de Biomagnetismo, Ana Paula de Andrade, explicando como funciona o tratamento com essa terapia.

Medicina Alternativa

Embora a Biomagnética seja considerada uma medicina alternativa e complementar, é uma terapia que pode acelerar o processo de cura e a reabilitação do organismo. Por isso, a importância de saber e, quem sabe, até experimentar essa técnica curativa, como complemento ao tratamento médico convencional que se esteja fazendo.

Consulte seu médico a respeito.

Talvez te interesse ler também:

Risoterapia: rir é o melhor remédio – 10 exercícios para cair na risada

Quartzo rosa: a pedra que atrai paz e amor verdadeiro. Como usar

Reclamar demais pode ser ou virar doença e, como um vírus, contagia os outros

Sobre Deise Aur

Avatar
Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.

Veja Também

Reumatismo: os primeiros sintomas e como prevenir

O reumatismo é uma doença que atinge as cartilagens e as articulações provocando muita dor, …