Garcinia cambogia: o que acontece ao corpo se tomá-la todo dia

garcinia-cambogia

Garcinia cambogia é uma planta nativa da Indonésia, da qual se fala cada vez mais sobre suas presumidas qualidades emagrecedoras. Mas o que acontece ao corpo se tomá-la todo dia?

Os frutos da garcinia cambogia, e particularmente suas cascas, podem ajudar na perda de peso, é claro, não como cura milagrosa, mas associadamente à uma dieta saudável e com atividade física regular.

Você já deve ter percebido na farmácia ou nas lojas de suplementos, as prateleiras cheias do composto dessa fruta, chamando a atenção daqueles que querem perder peso.

Leia também: GARCINIA CAMBOJA: PROPRIEDADES, USOS E CONTRAINDICAÇÕES

Propriedades da garcinia cambogia

O ingrediente ativo mais interessante da garcinia cambogia é o HCA, o ácido hidroxicítrico. Esta substância teria a capacidade de inibir a ação de uma enzima do nosso corpo (a citrato-liase) que tem a função de metabolizar as gorduras. Desta forma, se evitaria novos depósitos de gordura e se queimaria as gorduras pré existentes.

Ao que parece, nas cascas da garcinia cambogia estariam concentradas grandes quantidades de HCA que ajudariam no metabolismo da gordura mas também promoveriam uma maior sensação de saciedade. Usando toda a gordura "mobilizada”, ou já presente como depósito, a garcinia conseguiria adiar a sensação de fome. Isto seria possível também ao fato de estes frutos aumentarem os níveis de serotonina no cérebro.

Dada esta ação sobre as gorduras, um outro potencial interessante da garcinia seria o de abaixar os níveis de triglicérides e de LDL (o colesterol ruim) e aumentar os de HDL (o colesterol bom).

Mas não existem estudos científicos suficientes ainda, que comprovem todos estes benefícios.

De acordo com a Ayurveda, frutas amargas em geral como a garcinia, promovem a digestão e em forma de decocção seriam particularmente indicadas em casos de problemas intestinais e reumatismo.

Quanta garcinia tomar todos os dias?

Como sugere a herbalista Beatrice Ciarletti, para que os suplementos de garcinia sejam eficazes, deve-se tomar uma dose de 1 a 3 gr. 3 vezes por dia. Mas é necessário consultar um especialista antes, para que possa avaliar a sua situação de forma específica. Doses mais baixas dos ingredientes ativos desta planta seriam absolutamente ineficaz para aqueles que estão à procura de uma ajuda na perda de peso.

A garcinia deve ser usada todos os dias, mas por períodos não longos e seria ideal tomar o suplemento 40 minutos antes das refeições e 15 minutos antes do café da manhã.

Outra dica para aumentar o efeito de queima de gordura é a de associar com a garcinia outras substâncias naturais que atuam como ativadoras do metabolismo, como o mate e o chá verde.

CONTRAINDICAÇÕES

Alguns efeitos colaterais da garcinia cambogia incluem dor de estômago, diarreia, boca seca e dor de cabeça. Não se recomenda o uso à quem sofre de diabetes ou de resistência à insulina e não deve ser tomada em caso de interação medicamentosa com remédios para o colesterol elevado. Tampouco é recomendado durante a gravidez e lactação.

Não se automedique, procure um médico antes de tomar qualquer suplemento pois além de gastar dinheiro à toa, de não conseguir os efeitos desejados, suplementos podem fazer mal à saúde.

Leia também:

VOCÊ PRECISA MESMO TOMAR SUPLEMENTOS?

SUPLEMENTOS ALIMENTARES PODEM FAZER MAL? É PROIBIDA A AUTOMEDICAÇÃO

ARGININA: USOS, EFEITOS, INTERAÇÕES E CONTRAINDICAÇÕES