"Luva inteligente" ajuda vítimas de AVC

luva-inteligente

O engenheiro sul-coreano HoYoung Ban criou uma espécie de luva conectada a vários softwares de exercícios que estimulam pacientes vítimas de AVC (acidente vascular cerebral) a recuperar os movimentos das mãos.

Após a morte do pai, que foi vítima de um AVC, e de ver dois tios terem sequelas porque não podiam arcar com o tratamento de reabilitação, Ban decidiu criar o dispositivo.

A luva, nomeada de Rapael Smart Glove, ajuda o paciente a executar tarefas simples, como pegar um copo d’água ou jogar uma pequena bola, na vida real ou em uma simulação em vídeo.

A reabilitação após um dano cerebral pode ser muito complicada, devido ao longo tempo de tratamento e aos custos, que são muito altos.

Grande parte dos exercícios de fortalecimento e recuperação consiste em repetições de movimentos, podendo ser muito entediante para o paciente, que muitas vezes abandona o tratamento antes de conseguir os resultados esperados.

HoYoung Ban cursou um MBA na Darden School of Business, na Universidade da Virginia (EUA). Junto com o amigo Young Choi, PhD em robótica para reabilitação pós-derrames, eles fundaram a Neofec e desenvolveram a luva.

Na luva há sensores que captam os movimentos da mão e do punho. A luva é muito leve, pensando apenas 132 gramas. O software monitora os movimentos e ajusta as tarefas de acordo com a evolução da neuroplasticidade do paciente.

O paciente é motivado pela interface amigável do software, que estimula a neuroplasticidade enquanto o paciente realiza atividades que se assemelham a jogos.

Os games, que são atualizados mensalmente, destinam-se à recuperação de um tipo de movimento específico, como espremer uma laranja para estimular flexão/extensão dos dedos ou servir vinho para estimular o antebraço nas posições de supino.

Os dados são analisados por algoritmos e as tarefas são propostas de acordo com o nível de atividade motora do paciente. O nível de dificuldade dos exercícios aumenta no passo do paciente e da sua prescrição médica.

Tomara que essa descoberta tecnológica seja comercilizada em breve para poder ajudar muita gente.

Veja a seguir como funciona a luva inteligente:

Leia também:

O PARACETAMOL AUMENTA OS RISCOS DE AVC E ATAQUE CARDÍACO

AVC: UM SIMPLES TESTE DE EQUILÍBRIO PARA AVALIAR O RISCO

Fonte: queminova