Quer perder a barriga? Confira algumas dicas preciosas

perder a barriga

Estamos em novembro e muita gente quer colocar em prática o "projeto verão" para perder alguns quilinhos. Se você está nesse time, este artigo pode ajudá-lo a encarar esse desafio.

É claro que não devemos entrar na paranoia de ter uma barriga tanquinho ou uma barriga negativa, como está na moda dizer. Temos que aprender a gostar do nosso corpo do jeito que é, além de respeitar os nossos limites. A mídia apela para que a nossa autoestima fique abalada com o mito do corpo perfeito. Mas perder a barriga, em muitos casos, é uma questão de saúde porque a gordura abdominal pode causar problemas como diabetes, AVC, colesterol alto, entre outros.

Veja abaixo algumas dicas preciosas para eliminar as gordurinhas da barriga e tornar-se mais saudável mas, mesmo se quiser perder barriga pelo motivo estético (sem paranoias), tudo bem, afinal, é importante estarmos bem conosco.

Menos barriga, mais saúde

Dr. Pedro Pinheiro, do MD Saúde explica que temos no corpo gorduras visíveis e invisíveis, e que são justamente estas as mais perigosas para a saúde, porque se acumulam profundamente ao redor de órgãos. Essa gordura, chamada de gordura visceral, pode ficar depositada em pessoas não obesas e desenvolver nelas problemas cardiovasculares.

Qual o peso ideal?

A fórmula do IMC (índice de massa corporal) é a mais utilizada para calcular o peso ideal para não desenvolver doenças. Mas o peso ideal também é aquele com o qual você se sente bem consigo, considerando a tua estrutura natural. Neste sentido, um outro cálculo interessante para ser feito é medir o pulso para ver o seu tipo de estrutura óssea: pequena, média ou grande. É importante considerar as nossas diferenças para podermos atingir metas possíveis e com saúde.

Meça com uma fita métrica a circunferência do seu pulso e divida o valor da sua altura pelo valor do seu pulso. Exemplo: 1,60m de altura (160 cm) dividido por 15 cm de pulso. Confira o resultado:

Mulheres:

Pequena: maior que 11

Média: entre 10,1 e 11

Grande: menor que 10,1

Homens:

Pequena: maior que 10,4

Média: entre 9,6 e 10,4

Grande: menor que 9,6

Dicas preciosas para perder a barriga

1ª Dica:

Primeiramente, é preciso ficar claro que não existem milagres para perder peso. Logo, não busque fórmulas mágicas em shakes, chás, cápsulas e receitas, porque você irá se frustar.

2ª Dica:

Tenha consciência: consciência corporal e alimentar pode parecer um caminho longo e árduo, mas é o mais eficaz. 

Emagrecer demanda esforço. Pense que a quantidade de quilos que você quer perder é consequência do esforço que você vai demandar para tornar isso realidade.  

3ª Dica:

Só se perde barriga emagrecendo. A não ser se que você se submeta a uma lipoaspiração, solução que só deve ser indicada para casos excepcionais. A gordura na barriga é um estoque do excesso de calorias acumuladas pelo que você comeu. Para perder a barriga, é preciso consumir menos calorias. Gastar o estoque significa queimar gordura. Para isso, são necessárias duas coisas: exercício físico e controle das calorias ingeridas. Se você gastar mais calorias do que ingere, vai emagrecer. É difícil na prática, mas a fórmula inevitável é essa. Logo, é muito mais fácil emagrecer praticando um exercício físico aliado a uma alimentação equilibrada do que apenas fazendo dietas. 

4ª Dica:

Faça substituições saudáveis:

vontades

5ª Dica:

Combine exercícios aeróbicos (corrida, spinning, natação, caminhada, etc.) com exercícios para ganho de massa muscular, pois o músculo consome muita caloria. Logo, quanto mais massa muscular você tiver, maior será o gasto de calorias do seu corpo. A musculação ajuda a perder a barriga devido ao ganho geral de massa muscular pelo corpo. Faça, no mínimo, 30 minutos de exercícios aeróbicos e, depois, mais 30 minutos de musculação. O ideal é ter uma frequência de 4 a 5 vezes por semana. A caminhada é tão eficaz quanto a corrida. Mas tem de ser feita por, pelo menos, 30 minutos diariamente. 

6ª Dica:

Cuide da alimentação. Evite gorduras, frituras, refrigerantes e doces. Além de engordarem, aumentam o colesterol e na maioria das vezes não possuem nada de nutritivo.

7ª Dica:

Durma, ao menos, 8h horas por noite. O nosso corpo gasta calorias enquanto dormimos. Por isso, quem dorme pouco tem mais chances de ter barriga, além do mais, o cansaço dá fome principalmente de doces, que dão energia subitamente.

8ª Dica:

Não encha o prato com comida. Nossa tendência é, ao estarmos com fome, colocar mais comida no prato do que realmente precisamos. Tampouco sinta-se obrigado a comer toda a comida do prato caso já esteja satisfeito. Mas como o desperdício não está com nada, a melhor dica é colocar menos comida no prato e mastigar bem e devagar, para dar tempo ao cérebro de sentir a sensação de saciedade. 

9ª Dica:

Evite longos períodos em jejum. Isto é, evite ter fome. Faça pequenas refeições leves durante o dia com poucas horas de intervalo no lugar de menos refeições mas em grandes quantidades. A explicação para isso é que os grandes intervalos entre as refeições desaceleram o metabolismo e aumentam a liberação de insulina na hora de comer, dificultando a perda de peso.

10ª Dica:

Evite o estresse! Muitos médicos ligam a produção do cortisol (hormônio do estresse) ao ganho de peso e da gordura abdominal. Ou seja, o estresse engorda porque em situações de tensão o cérebro guarda energia para poder lutar. Por isso, tente não se estressar e junte as dicas acima, se o estresse for da própria fome da dieta, coma alguma coisa leve, frutas, verduras e faça caminhadas ao ar livre pois o contato com a natureza é por si só relaxante. 

Saúde é o que interessa!

Animado, agora, para cuidar da saúde e do corpo? O importante é sentir-se bem, sem paranoias e sem o peso de ter de atingir um ideal de perfeição que não existe, ou melhor, só existe em revistas e com muito photoshop! Saúde é o que interessa!

Especialmente indicado para você:

10 ALIMENTOS E REMÉDIOS NATURAIS QUE AJUDAM A EMAGRECER

BEBER CHÁ QUENTE DURANTE AS REFEIÇÕES FAZ BEM? AJUDA A EMAGRECER?