Poluição mata 1 em cada 4 crianças no mundo, diz OMS

  • atualizado: 
Poluição mata crianças

O relatório da OMS sobre poluição do ar e da água aponta que as principais vítimas são as crianças - 1 em cada 4 morrem em decorrência de poluição. Ou porque respiram tóxicos e sofrem, ou porque se contaminam com águas sujas, e adoecem, o certo é que a poluição da água e do ar é um assassino não tão calado assim.

E, este fato, das crianças serem os principais afetados pela poluição, se refere aos menores de cinco anos. Ou seja, estamos pondo filhos no mundo para que, apesar de todo o “dito progresso”, 25% dos nascidos possam morrer, antes de saírem da primeira infância.

Crianças pequenas são as mais vulneráveis para doenças como pneumonia, diarreia e malária ou mesmo, verminoses comuns, problemas esses que poderiam ser evitados caso a saúde pública fosse, realmente um direito universal, se a sociedade protegesse, realmente, o meio ambiente, os recursos naturais, a população e, principalmente, se houvesse um cuidado maior nas regiões mais desfavorecidas do mundo (ah, mas para isso seria necessária uma nova divisão das riquezas e, bem já sabemos, aí está o “busílis” da questão).

Leia mais: OS 8 MAIS RICOS ACUMULAM O QUE A METADE DA POPULAÇÃO MUNDIAL POSSUI

Desde a barriga

As crianças, afirma o relatório, já estão expostas aos poluentes desde o tempo de gravidez das mães:

"Um ambiente poluído é mortal, especialmente, para crianças pequenas. Seu sistema imunológico em desenvolvimento, seus corpos ainda em crescimento e as vias aéreas mais curtas as tornam mais vulneráveis tanto à água quanto ao ar poluídos" - sublinhou Margaret Chan, Diretora Geral da OMS.

A exposição de mulheres grávidas à poluição aumenta o risco de partos prematuros, outro fator de debilitamento das crianças. Quando as crianças pequenas estão expostas a poluição ou ao fumo passivo têm um risco maior de desenvolver pneumonia infantil e problemas respiratórios crônicos, como asma. A exposição ao ar poluído, de acordo com a OMS, também pode aumentar o risco de se desenvolver doença cardíaca, acidente vascular cerebral e o cancro durante a vida adulta.

Leia mais: OS EFEITOS DO CIGARRO NOS BEBÊS DURANTE A GESTAÇÃO: IMAGENS DE ALTA DEFINIÇÃO

Alguns números assustadores

570.000 crianças menores de 5 anos morrem, por ano, em decorrência de infecções respiratórias como pneumonia (atribuível tanto à poluição do ar externo quanto interno em casa, e ao fumo passivo).

361.000 crianças menores de 5 anos de idade morrem de diarréia, como resultado da falta de acesso à água potável e falta de condições de higiene onde moram.

270.000 crianças morrem durante o primeiro mês de vida devido ao nascimento prematuro, mortes estas que poderiam ser evitadas através da redução da poluição do ar e da água e melhoria das condições sanitárias.

200.000 crianças menores de 5 anos em todo o mundo morrem de malária.

A OMS destacou que esta situação está piorando devido às alterações climáticas, o aumento das temperaturas globais e os níveis de dióxido de carbono que estão favorecendo a poluição do ar.

oms poluicao criancas

O que fazer?

O relatório da OMS dá algumas soluções que precisam ser tomadas, de imediato, para reduzir os riscos da poluição de ar e água no mundo e, principalmente, nas zonas mais pobres, mais contaminadas, mais industrializadas.

● Mais de higiene nas escolas

● Aumentar os esforços para tornar a água potável

● Criar mais espaços verdes adequados para crianças

● Reduzir o uso de pesticidas na agricultura

● Gerir melhor os resíduos químicos industriais

● Educar mais e melhor sobre os riscos de saúde e ambientais

Essas são as metas da OMS para garantir melhores e mais seguras condições de vida para as crianças, até 2030. Pense nisso e faça a sua parte.

Leia aqui a íntegra do relatório da OMS sobre as crianças e poluição.

Especialmente indicado para você:

setaPOLUIÇÃO LUMINOSA: QUANDO VOCÊ NÃO VÊ AS ESTRELAS

setaIMAGENS CHOCANTES DA POLUIÇÃO NA CHINA

setaPETROBRAS: 20ª DO MUNDO EM POLUIÇÃO