As avós da Plaza de Mayo candidatas ao Nobel da Paz

  • atualizado: 
avós da Plaza de Mayo

Elas são conhecidas como as avós da Plaza de Mayo. Um grupo de mulheres famintas por justiça, motivadas pelo amor delas aos filhos e netos desaparecidos. As avós da Plaza de Mayo são de fato um movimento pela busca dos desaparecidos da ditadura argentina. E agora eles foram oficialmente nomeadas para a próxima edição do Prêmio Nobel da Paz.

O anúncio pela nominação ao prêmio foi feito pelo site argentino Minuto 1:

"Lutam por mais de 40 anos em defesa dos direitos humanos e da democracia. Em seus quatro anos de história, as Avós encontraram e devolveram a identidade de 127 argentinos".

Durante a última ditadura militar argentina (1976-1983), cerca de 500 bebês e crianças foram sequestrados por oponentes políticos. Da maioria destes, não se teve mais notícias. As crianças tornaram-se parte integrante da luta pela memória, verdade e justiça em relação aos crimes cometidos pelo Estado argentino durante a ditadura.

O golpe de Estado de 24 de março de 1976 impôs um regime fascista, semeando medo e opressão. Foi então que um grupo de mães, pais e familiares de desparecidos iniciou um movimento de resistência não violenta. Em 30 de abril de 1977, elas começaram a marchar toda quinta-feira ao redor da Piramide de Mayo, na praça de mesmo nome, cobrindo suas cabeças com um lenço branco.

Foi assim que o grupo logo começou a exercer uma forte pressão nacional e internacional sobre o destino das pessoas desaparecidas na Argentina.

A Associação Civil das Avós da Plaza de Mayo está procurando por essas crianças, agora adultas, há mais de 40 anos, esperando trazê-las para casa. Mas não só. As avós lutam para que todos os responsáveis ​​paguem pelos seus crimes.

Estela de Carloto, presidente do grupo, disse:

"É maravilhoso sermos aceitos e nomeados, mas nosso sonho ainda permanece".

Esta não é, no entanto, a primeira candidatura destas avós para o Prêmio Nobel da Paz. Já em maio de 2008, a organização obteve uma indicação mal sucedida para o Prêmio. A candidatura também se apresentou novamente em 2010.

Em outubro, o comitê norueguês do Prêmio Nobel escolherá entre os 329 candidatos para o Prêmio Nobel deste ano. As avós merecem muito essa indicação, porque há mais de 40 anos elas lutam em nome do amor por suas famílias, seus filhos e netos, sem jamais perder a esperança de abraçá-los novamente.

Muitos dos brasileiros que, nesta ocasião crítica em que estamos passamos, estão pedindo pela volta do Regime Militar, precisam saber disso. Ditadura Nunca Mais!

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!