Nayak, o pai que abriu sozinho uma estrada para que os filhos pudessem ir à escola

  • atualizado: 

Foram necessários dois anos completos mas, finalmente Jalandhar Nayak, um vencedor de frutas, conseguiu! Ele abriu uma estrada para tornar o percurso da sua casa para a escola dos filhos, mais acessível.

Sua história está fazendo o giro da web ao redor do mundo, porque mostra a determinação e a força de vontade deste pai, em facilitar a vida dos filhos e valorizar a educação deles.

Jalandhar Nayak tem 45 anos e é um vendendor de frutas e verduras que vive no estado de Orissa, entre vales e colinas. Seus filhos tinham que caminhar todos os dias por entre pedras, com o risco de se machucarem e, pior ainda, de caírem de uma rocha.

Convencido de que a educação é fundamental, Nayak decidiu ele mesmo abrir uma estrada para facilitar o acesso dos filhos à escola e, com uma enxada, uma picareta e um cinzel, abriu rochas e criou uma rota menos intransitável entre a sua pequena aldeia de Gumsahi e a escola de Phulbani.

O objetivo final é conectar todos os oito quilômetros, mas o homem já está a meio caminho andado: em dois anos, ele escavou 8 horas por dia para abrir o caminho de rochas que fazia com que seus três filhos tivessem que andar por três horas a mais.

Nayak tornou-se uma espécie de herói popular e finalmente ganhou o reconhecimento do governo local. Não só recebeu dinheiro por ter aberto metade do percurso, mas, como explica o vendedor em entrevista à TV News World Odisha, o governador lhe prometeu apoio na construção da estrada restante.

"Meus filhos tiveram dificuldade em caminhar sobre pedras, muitas vezes eu os via tropeçando. Mas ir para a escola é importante, não tive essa chance, e não queria o mesmo destino para eles", explica na entrevista.

Uma história que toca o coração e também nos faz refletir sobre a pobreza de algumas áreas do mundo, onde a falta de infraestrutura dificulta, ou até mesmo impede, o acesso à educação e à cultura.

Vamos valorizar o que temos e incentivar SEMPRE as nossas crianças a frequentarem a escola. Além disso, olho na urna eletrônica: governo bom é governo que preza pela educação em primeiro lugar.

Talvez te interesse ler também:

ESTUDANTES HERÓIS: OS PERCURSOS MAIS PERIGOSOS PARA CHEGAR À ESCOLA

Fonte e foto