Dia Internacional da Família traz reflexão sobre representatividade e pertencimento

  • atualizado: 
Dia Internacional da Família

Feche os olhos e pense no lugar que mais te faz sentir liberdade para ser quem você é, sem máscaras. Que te acolhe, te tolera, mesmo nos piores momentos e nos piores defeitos.

Pense no lugar que te viu crescer, acompanhou suas transformações e que também mudou junto com você. O que vem à sua mente? Muito provavelmente você pensou no seu lar, ou melhor, na sua família. No dia Internacional da Família, comemorado hoje, entra em cena a importância da conscientização e reflexão sobre o papel importante do núcleo familiar e, mais do que isso, do que ela realmente significa na vida de cada um.

O Dia Internacional da Família foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1993, e, vinte quatro anos depois ainda há muito o que se discutir a respeito, tendo em vista que ainda existem muitos conceitos preestabelecidos que não refletem mais a realidade. Segundo dados do último Censo do IBGE (2010), as famílias compostas do formato tradicional – casal heterossexual, com um filho ou mais – representam 59,4%.

Os outros 45,1% são compostas das mais diversas configurações: divorciados, mães e pais solteiros, casais sem filhos, uniões homoafetivas, entre outras tantas. Todas essas diferentes combinações são família, e isso é bastante óbvio.

Em suma, família é um núcleo de pessoas com algum grau de parentesco, que vivem na mesma casa. No entanto, essa definição não dá conta de explicar a dimensão do importante papel social dela. Em parte, por que o conceito de família é construído culturalmente, e muda com o tempo. Com as novas configurações familiares, não é mais possível acreditar que existe um modelo a ser seguido. O que ajuda a explicar o que é família é o afeto, o cuidado, a educação recebida nos diferentes tipos de lares.

É sempre bom lembrar que ser diferente não é defeito. E isso também é parte do papel da família: ensinar desde a primeira infância que a diversidade é algo muito rico, que deve ser respeitado, que não existe um padrão de vida, que as pessoas têm que buscar o que as faz feliz, acima de tudo. Por tudo isso é seguro dizer: família é onde mora o amor. E amor não tem padrão.

Feliz Dia Internacional da Família!

Especialmente indicado para você:

setaCO-SLEEPING: NESTA MEGA CAMA CABE A FAMÍLIA TODA

setaA IMPORTÂNCIA DAS AVÓS NA FAMÍLIA E NO CRESCIMENTO DAS CRIANÇAS

setaOS AVÓS NA CONSTRUÇÃO DE UMA HUMANIDADE MAIS COMPETENTE

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!