Atleta renuncia a Jogos Olímpicos para doar rim a seu pai enfermo

  • atualizado: 
atleta_rio_rim
A relação entre pai e filha é especial e única. A história que vamos contar é mais uma confirmação disso. Essa história vem da Argentina e nos fala de uma atleta jovem e promissora que abandonou o sonho de representar o seu país nos próximos Jogos Olímpicos, que ocorrerão este ano no Rio de Janeiro, para doar um rim a seu pai doente.

Os Jogos Olímpicos é o sonho de todo atleta: uma competição que tem um charme e um valor simbólico verdadeiramente único e gratificante e para o qual um atleta dedica anos de trabalho, esforço e sacrifício.

johana bolling 02

No entanto, quando ela teve que escolher entre seu sonho e seu pai, aos vinte anos de idade, Joana Bolling, jogadora de handebol, não hesitou em tomar a decisão de interromper o treinamento atlético para doar o rim a seu pai, que sofre de uma doença que o obrigou a submeter-se à diálise três vezes por semana.

johana bolling 03

Photo credit

O pai queria que a filha continuasse sua vida e não comprometesse sua carreira desportiva brilhante. Mas Joana foi firme em sua decisão e, ao final, em 5 de abril, foi submetida à cirurgia que permitirá ao pai ter uma melhor qualidade de vida.

A menina, agora em recuperação, tem planos para voltar a treinar em junho, ciente de que vai ser muito tarde para se juntar à seleção olímpica. Mas ela não se arrepende. Como escreveu em um post em que anunciou sua decisão de suspender temporariamente a sua carreira desportiva: "Ohana significa a família, e sua família não vai deixar você para baixo".

Talvez te interesse ler também:

setaRIO DE OLIMPÍADAS E MUITO MAIS

setaMENOS INDIFERENÇA E MAIS SOLIDARIEDADE, AFINAL, SÓ EXISTE UMA RAÇA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!