18 Coisas para Fazer de 2018 um Ótimo Ano

  • atualizado: 

Muito do que acontece depende do nosso ponto de vista e, por incrível que pareça, as coisas nem sempre são tão ruins o quanto parecem. A maioria de nós tem a impressão de que o mundo está pior, mas na verdade, estamos melhor, muito melhor do que em nosso passado de guerras, doenças e fome.

Pense nos avanços tecnológicos da medicina e na diminuição da fome e das guerras, ainda que as notícias de terrorismo e das ameaças de Kim Jong-un invadam nossos meios de comunicação quase que diariamente.

Tais percepções erradas, para pior, foram inclusive reveladas na pesquisa Ipsos-Mori chamada Perigos da Percepção da qual falamos aqui contando que o Brasil é segundo pais mais ignorante do mundo, ou seja, o segundo cuja percepção da realidade é mais errada, ficando atrás somente da África do Sul. Mas, no mundo inteiro as pessoas estão muito equivocadas quanto suas próprias realidades, talvez porque tendemos mesmo a memorizar mais as questões negativas do que as positivas. 

Contudo, se a situação geral, da qual temos pouco ou zero controle, não está tão ruim quanto parece, imagine no campo pessoal o quanto podemos fazer para melhorar o status quo.

Vamos lá! 18 coisas que podemos fazer para construir um 2018 melhor para todos, partindo do eu para chegarmos ao nós:

1. Ser Realista

Como dito acima, muito frequentemente tendemos a enxergar pelo no ovo quando ele não existe. O mundo está melhor, pragmaticamente falando, está estatisticamente comprovado e isto deve ser reconhecido por todos. 

2. Chega de Pessimismo

Ser pessimista a ponto de não conseguir enxergar o lado bom das coisas, é pedir para sofrer. Ninguém precisa disso! Mude os conceitos através da informação, não precisa ser esotérico, nem religioso, nem otimista. É dado de fato: o pessimismo é inútil.

3. Autoconhecimento

O autoconhecimento é a chave para melhorarmos nós mesmos, seja em nosso confronto seja em confronto com aqueles que nos circundam. Não é uma tarefa fácil mas é preciso começar a olhar-se no espelho e reconhecer nossos erros para tentarmos melhorar, seja para nós, seja para os outros.

4. Inveja e Comparação

Já ouviu dizer que existem vários tipos inteligência? Então por que se comparar e invejar o que os outros têm e você não tem? Até a inveja pode ter um lado bom porque ela pode te ensinar sobre os teus desejos e potencialidades escondidas. Em vez de se comparar e de achar que a grama do vizinho é mais verde, tente entender as diferenças que completam o mundo vário e use os bons exemplos de sucesso como inspiração, e não como sentimento de inveja. 

5. Não Tenha Medo de Agir

Muitas pessoas têm medo de agir, de mudar de trabalho, de casa, de relação etc. Quem não arrisca não petisca e errar faz parte do processo de aprendizagem. Nunca se esqueça disso!

6. Viva o Presente

Às vezes a gente vive o hoje pensando no amanhã. Nas próximas férias, na aposentadoria, no dia em que nos casarmos, nos formarmos, etc. Fazer planos é importante mas temos que ter o cuidado de conseguir relaxar e aproveitar o presente, que é a nossa única certeza de vida.

7. Não Viva o Passado

Por outro lado, viver no passado é um erro. Pensa que a frase dita hoje “eu era feliz e não sabia” poderá ser dita amanha em relação ao hoje. Então seja feliz agora, com o que você tem agora. Simples assim! De outra forma, os acontecimentos ruins do passado têm que ter os dias contados pois não é justo viver mal hoje por um acontecimento malogrado de antes. Não é fácil mas é necessário! Ser feliz é um direito.

8. Por que Culpar os Outros?

Onde está a chave que você deixou em cima da mesa? Alguém pegou, claro! Se nas mínimas coisas a gente coloca sempre a culpa nos outros, imagina nas grandes? Olhe-se no espelho de novo porque a culpa alheia nunca é remediável...já a nossa, sim!

9. Nada de Mentir para si Mesmo

No fundo no fundo a gente sabe qual é a verdade que se esconde por trás da coisas difíceis de enxergar, mas a gente tenta camuflar o que sabemos e que pode nos machucar. É quase uma lei da sobrevivência mas, revelar-se a si mesmo pode, apesar de cruel, ser realmente engrandecedor.

10. Esteja Aberto para Novas Concepções

Não significa ser uma metamorfose ambulante porque a constância faz parte de um caráter definido com cuidado. Mas às vezes, ser cabeça dura não ajuda a descobrirmos coisas novas, a darmos novas oportunidades à pessoas ou à coisas que realmente mudaram. Mudar também é um direito. Não deixe que um preconceito do passado atrapalhe seu presente.

11. Não crie Demasiada Expectativa

A probabilidade de se decepcionar com expectativa demasiado alta é maior do que deixar rolar e avaliar posteriormente um acontecimento. Viver o presente é a chave sempre!

12. Perfeccionismo para Quê?

A grande expectativa acomete principalmente quem é muito preciso, perfeccionista, que espera colher os frutos do seu esmero. Mas duas perguntas precisam ser feitas por quem costuma buscar pela perfeição? Perfeição para quem, visto que cada um tem sua própria noção de perfeccionismo? Perfeccionismo pra quê? Até quando o nosso perfeccionismo vale a pena visto que não temos controle de tudo?

13. Viver a Vida Real

É cômoda a vida virtual, parece real só que não! Que tal darmos um tempo de faceBook e encarar o faceReal? Instagram, pior ainda. Ali ninguém mostra feiura. Os benefícios de se socializar de verdade serão muitos, pode apostar. Encontre-se, de carne e osso, com quem você preza. Ninguém sabe o dia de amanhã.

14. Buscando Fama e Dinheiro?

Será que não basta uma atriz famosa, rica e bem sucedida como a Cameron Diaz dizer que fama e dinheiro não trazem felicidade para que a gente pare de viver o que queríamos ser e passemos a ser quem realmente somos?

15. Sejamos Sempre nós Mesmos

Magra (o), alta (o), musculoso (o), capa de revista!!! Mas se a gente nasceu baixo, pesado, com ossatura larga? Claro, fazer ginástica para melhorar, cortar o cabelo, vestir-se bem...tudo vale a pena para a gente se sentir bem, mas tudo isso tem que passar, antes de tudo, por uma aceitação básica: a de si mesmo, se não, nada, nunca, te fará feliz e satisfeito.

16. Ler mais, Ouça mais

A gente parece que ouve esperando o momento de rebater. Estamos sempre discutindo quando simplesmente ouvir poderia ser um grande prazer sem que tenhamos que discordar ou dizer o que pensamos. Nesse sentido, ler é um ótimo exercício para passarmos a ouvir mais para, depois, quando e SE quisermos, podermos rebater, discordar, anuir ou simplesmente esquecer o que ouvimos.

17. Escolha tuas Palavras

Melhorar a comunicação escolhendo as palavras que usa para se comunicar, consigo mesmo e com os outros. Evitar as palavras tóxicas que te impedem de ser feliz e buscar sempre uma comunicação amorosa, cuidadosa e empática. Isso pode fazer muita diferença no dia a dia.

18. Gentileza gera Gentileza

Sorrir, agradecer, ser gentil. Vivemos em sociedade e um mundo melhor para todos começa em cada um de nós.

Um feliz 2018 a todos é possível. Vamos tentar?