superstições japonesas
superstições japonesas

15 superstições japonesas bizarras e engraçadas

Os japoneses, assim como os brasileiros, têm várias superstições. Vamos conhecer algumas delas?

São tradições supersticiosas ligadas à morte, aos animais, aos números, objetos e situações. Algumas são de cunho místico, outras bizarras e outras que chegam a ser hilárias!

Assim como no Japão, no Brasil também existem muitas superstições, muitas das quais você com certeza conhece.

Por exemplo:

  • o número 13 dá azar
  • passar debaixo de uma escada atrai infortúnios
  • um espelho quebrar representa 7 anos de dificuldades
  • deixar cair uma tesoura é sinal de briga e para anular esse presságio se faz o sinal da cruz no chão com a própria tesoura
  • ver uma joaninha ou borboleta é sinal de sorte
  • ficar com a orelha vermelha e quente é sinal que estão falando mal da gente
  • cair e quebrar um copo ou prato e sinal de excesso de energia negativa no ambiente
  • ver uma estrela cadente é bom presságio e uma oportunidade de direcionar um pedido para o Universo torná-lo realidade

Agora conheça algumas das superstições japonesas que são bem curiosas e interessantes. Confira!

{index}

Presentes que dão azar

Em casamentos japoneses não é de costume presentear os noivos com espelhos, facas e objetos afiados, porque podem quebrar e trazer mau presságio ao casal.

Transporte funerário

No Japão, quando o carro da funerária passa se deve esconder os polegares.

Para os japoneses o polegar é chamado oyayubi, ou seja, oya = pais, yubi = dedo, por isso, segundo essa superstição, esconder os polegares é uma forma dos pais ficarem protegidos da morte.

Aranha

Ver uma aranha à noite é sinal de problemas à vista.

Vaca

Quem se deita logo depois de comer, corre o risco de virar uma vaca.

Cobra

Quem assobia à noite atrai serpentes em torno.

Espirrar

Quando se espirra é porque alguém está falando de nós.

Posição de dormir

Dormir com a cabeça apontada para o norte não é bom, pois os mortos são colocados nesta posição.

Unhas

A crendice popular diz que quem corta suas unha de noite, não estará com seus pais quando estes morrerem.

Chá

Encontrar um ramo de erva que flutua verticalmente dentro da xícara, é sinal de sorte.

Berinjelas

Se uma mulher comer berinjelas colhidas no outono, não conseguirá engravidar porque colhidas nesta estação, as berinjelas resfriam o corpo.

Hashi

Nunca passe um alimento de um hashi a outro (os pauzinhos japoneses) pois essa prática é realizada somente com os ossos do corpo cremado em funeral.

Alimentos

Nunca enfie o hashi no arroz ou em qualquer outra comida, porque essa é uma coisa que se faz somente em funerais onde se bloqueia o no arroz colocado sobre o altar.

Número quatro

Para os japoneses, o 4 é número de azar, porque sua pronúncia é a mesma da palavra morte (shi).

Dessa forma, para os japoneses, não se deve dar presentes que tenham quatro peças.

No Japão, o número quatro não é usado nos quartos de vários hotéis e hospitais.

Vasos de plantas no hospital

Não é bom ter vasos de plantas nos quartos de hospitais porque se enraízam e, de acordo, com a superstição japonesa, prolonga o tempo de internação do paciente.

Fotografias

Em tempos de fotografar para postar nas redes sociais, preste atenção em como você tira fotos de amigos ou familiares.

De acordo, com a tradição supersticiosa japonesa, se houver três pessoas, a que estiver no meio morrerá antes das outras duas.

Depois dessa ninguém irá querer ficar no meio!

E, você acredita em superstições?

O que achou das superstições japonesas?

Talvez te interesse ler também:

GATO PRETO: HISTÓRIA DA SUPERSTIÇÃO (E PORQUE, AO CONTRÁRIO, DÁ SORTE)

BENZEDEIRAS, REZADEIRAS, CURANDEIRAS: A CURA PELA NATUREZA E PELA FÉ

JOANINHA – POR QUE ELA É CONSIDERADA SÍMBOLO DA SORTE?

Sobre Deise Aur

Avatar
Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.

Veja Também

Imagem de gato criada há cerca de 200 anos aC foi descoberta no Peru

Arqueólogos estavam trabalhando na região das Linhas de Nazca e acabaram por descobrir um geoglifo …