Loucos por unicórnio! Aqui o significado espiritual

  • atualizado: 
unicórnio

O unicórnio é um ser mitológico que aparece em mitos, lendas, fábulas e histórias, além de ser utilizado como símbolo esotérico, alquímico e espiritual.

Existem comprovação, através de um fóssil encontrado no Cazaquistão, que essa criatura teve seu aspecto real, há milhares de anos atrás, mas que de sua existência permaneceu mitos e imaginários fantásticos, oriundos do contato humano com esse animal, que ocorreu há 29 mil anos atrás.

Este ser mitológico encanta muitas pessoas, real ou imaginário, não importa, pois seu significado mágico fala mais alto!

Para compreender melhor esse mito e seu simbolismo e porque provoca tanto fascínio e curiosidade serão explicados os seguintes tópicos:

 

1. O que é o unicórnio

A imagem do unicórnio é representada por um cavalo, geralmente muito branco, radiante, alado, forte, esbelto, belo, rabo de leão e com um chifre no centro da cabeça, que é um ser mágico e encantado.

Esta criatura, também, é conhecida como licórnio ou licorne.

A palavra unicórnio, em sua origem etimológica, vem do latim unicornis, que significa “um único chifre”.

2. História

unicornio

O unicórnio mitológico, provavelmente, tem relação com animal que existiu no período pré-histórico.

Este animal era um antílope com dois chifres tão próximos, no centro da cabeça, que davam a impressão de ser um um só.

Por volta de 350 mil anos atrás, existiu uma criatura, parente do rinoceronte, denominada de Elasmotherium sibiricum ou, simplesmente, elasmoterio ou unicórnio siberiano.

O unicórnio siberiano, assim, como os dinossauros, foi extinto há milhares de anos.

Alguns seres desta espécie podem ter convivido com humanos primitivos.

É provável, que desse contato, dos humanos com esses animais, tenha surgido as primeiras lendas e mitos sobre os unicórnios.

Ao longo da história, o unicórnio foi fazendo parte do imaginário humano e se tornando símbolo místico em várias culturas e religiões milenares.

Sua imagem transmitindo beleza, suavidade e graciosidade passou a ser associada à pureza, virtuosidade, magia, poesia, encanto e castidade.

O símbolo do unicórnio era cultuado e reverenciado na Índia e na China, da Antiguidade, há milênios antes de Cristo.

Na Grécia Antiga, por volta do Ano 2 (d.C), o unicórnio figurava como mito, associado à força e à pureza.

Na Idade Média, o unicórnio passou a ser relacionado, pelos cristãos, com a Virgem Maria e a força do Espírito Santo.

Criptozoologistas – especialistas que investigam relatos da aparição de animais lendários e mitológicos avistado por algumas pessoas têm registros do aparecimento de unicórnios em várias regiões do Planeta, particularmente na Índia.

Os unicórnios aparecem na arte medieval e renascentista.

Podemos encontrar o unicórnio nas antigas bandeiras da China; na biografia de Confúcio; nas obras artísticas da cultura Helenística.

A representação do unicórnio é tão abrangente que está presente desde o Ocidente até o Oriente, desde os mais remotos tempos até os dias atuais e, isso, o torna mais fascinante e instigante ainda!

Curiosidade: em 2008, na Itália, ocorreu um fato inusitado, uma corça (espécie de cervídeo europeu) nasceu com um chifre só, se assemelhando com um "unicórnio".

3. Significado - o arquétipo do unicórnio

O arquétipo do unicórnio está associado à bondade, sorte, liberdade, cura, alquimia, elevação e magia.

Segundo a lenda e a história acerca desse mito, ele é um ser com poderes mágicos, purificadores, regenerativos, alquímicos, curativos, encantados e milagrosos.

O unicórnio é considerado um símbolo de Luz e Força Espiritual.

4. Há um significado bíblico?

No Antigo Testamento da bíblia, existem várias passagens que fazem alusão, de forma simbólica, a um animal de um chifre só, que pode ter sido um unicórnio siberiano ( existem indícios, que esse animal viveu em outras regiões e teve contato com os humanos) ou rinoceronte ou mamute:

Salmos 22:21 / 29:6 / 92:10
Jó 39:9-10
Números 23:22
Isaías 34:7
Deuteronômio 33:17

Isso, provavelmente, se deve à uma tradução equivocada do hebraico, para os outros idiomas.

O termo hebraico original Re’ém foi substituído pela palavra Monokeros, na tradução para o grego-Bíblia Septuaginta grega, significando "um só chifre" ou "unicórnio".

Na Bíblia Vulgata, tradução do grego para o latim, é utilizado o termo hebraico Re’ém, que significa rinoceronte, enquanto que na tradução da bíblia por Martinho Lutero este termo foi trocado pela palavra, em alemão, Einhörner, que significa um chifre.

Nas traduções mais contemporâneas da Bíblia, o termo Re’ém, é traduzido como "boi selvagem" ou "búfalo", para dissociar a relação do animal, no sentido bíblico com o ser mitológico.

Provavelmente, o sentido do unicórnio na bíblia não tem relação com o cavalo branco alado, que costuma ser associado à sua simbologia.

Mesmo assim, e, ainda sim, o animal que a bíblia faz menção tinha um chifre só e era muito forte e vigoroso, denotando um sentido de força e poder, nas passagens bíblicas em que é citado.

5. Tatuagem de Unicórnio- significado

unicornio tatuagem

Exemplo de tatuagem de um unicórnio

Como tatuagem, o unicórnio comumente é utilizado pelas mulheres pois, seu símbolo também está relacionado com sensibilidade, sensualidade e feminilidade.

A figura do unicórnio nas tatuagens, chama a atenção pela delicadeza, suavidade, beleza e misticismo, por isso, várias mulheres optam por tê-la em sua pele.

Aviso: existem, comprovações científicas de que a tinta da tatuagem é tóxica para o organismo, por isso, é bom ter cautela, pois, quanto maior quantidade de tatuagem, mais se expõe o organismo à essa toxidade.

setaTATUAGEM: AS CONSEQUÊNCIAS POSSÍVEIS

6. O unicórnio na atualidade

Assim como outrora, a figura mítica do unicórnio permanece despertando fascínio nas pessoas e vemos figurar na literatura e arte do mundo atual, em livros famosos como os da série Harry Potter, da escritora J. K. Rowling, e de outros escritores conhecidos, como C.S. Lewis, Peter S. Beagle, Lewis Carroll.

Temos na atualidade o unicórnio em várias produções cinematográficas, produtos, desenhos animados, pois, a figura desse mito, ainda hoje, ativa nossa imaginação.

seta

UNICÓRNIOS EXISTEM E ESTÃO EM EXTINÇÃO

7. O Unicórnio e a Espiritualidade

De certo, o unicórnio representa o arquétipo de nossa Alma: livre, formosa, pura, alada e cheia de encantos.

Ao vermos o unicórnio projetamos nele a magia de nosso SER, em espírito e força, que podemos alegorizar na sua figura e representação.

Que o unicórnio que existe em nós revele toda a sua magia e seu poder espiritual!

Talvez te interesse ler também:

setaLEITE DE UNICÓRNIO: UMA BEBIDA COM PODERES MÁGICOS. VEJA COMO PREPARAR