Mas, afinal, o que é o Carnaval? Origem e Significado

  • atualizado: 
carnaval

Carnaval é muito samba, zoeira, beija-beija, loucuras até não poder mais... Tudo isso mas... só que não. Conheça a origem do carnaval e seu verdadeiro significado.

O carnaval é, sem dúvida, a festa mais popular do Brasil. Em todos os cantos, há uma folia acontecendo. É até difícil conseguir viajar para algum lugar onde não haja uma folia acontecendo, embora sempre seja possível refugiar-se em algum lugar tranquilo, como você pode conferir nestas dicas que o GreenMe preparou para este feriado.

Mas de onde vem esta tradição toda? Vamos saber o que, afinal, é o Carnaval?

A Origem e o Significado do Carnaval

O carnaval vem de um festejo cristão que ocorre antes da Quaresma. Trata-se de uma festa popular que incorpora elementos como máscaras e fantasias, representando uma espécie de inversão dos valores e regras cotidianas, ao mesmo tempo em que mescla individualidade e coesão social.

O carnaval acontece nos dias de festas que antecedem a quarta-feira de cinzas, nos quais a expressão latina "carna vale", que significa dizer "adeus à carne", toma conta do espírito das pessoas!

Os exageros são uma marca do carnaval. Por isso, as pessoas bebem e comem tanto, visto que a Quaresma é tempo de preservação do corpo e do espírito.

Também é comum no carnaval ocorrerem batalhas simuladas, sátira social e zombaria de autoridades e personalidade públicas.

A esse respeito, vale a pena a leitura do livro “A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais”, de Mikhail Bakhtin, obra na qual o pensador russo expõe o seu conceito de carnaval como um conjunto organizado e coerente de manifestações da cultura popular medieval e do Renascimento, que reflete uma compreensão de mundo.

O Carnaval no Brasil

No Brasil, o carnaval chegou a partir das festas que ocorriam na Europa, sobretudo na Itália e na França, no século XVII. As fantasias de pierrô (pierrot) e de colombina, comuns em terras europeias, foram logo incorporadas ao carnaval brasileiro.

Como manifestação popular, as festas de carnaval tradicionalmente aconteciam nas ruas, com desfiles de fantasias. Mais tarde, passaram a ser celebradas de forma privada, em clubes, onde eram tocadas marchinhas e sambas.

São muitas as cidades brasileiras que são símbolos do carnaval: Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Olinda - cada qual com a sua particular festa de carnaval.

No Rio, são tradicionais os desfiles de escola de samba e os blocos de rua.

Em Salvador, só não vai atrás do trio elétrico quem já morreu.

Em Recife, o famoso Galo da Madrugada comanda o frevo do maior bloco de rua do mundo!

E, em Olinda, desfilam pelas ladeiras os tradicionais bonecos gigantes.

Por ser feriado, muitas outras cidades brasileiras preparam as suas festas de carnaval e recebem turistas de todas as partes do país.

Carnaval com Responsa

Tudo bem que o carnaval é uma festa divertida e feita para o povo se entregar aos prazeres da carne. Mas todos podem festejar com responsabilidade.

Não vale sujar as ruas e os mares, por exemplo. Você pode beber a sua cervejinha sem jogar a latinha na rua, certo?

Além disso, embora seja ótimo ficar alegre com o álcool, não precisa beber tanto a ponto de pagar mico e estragar a festa. Veja aqui → Coquetel sem álcool: 10 receitas para beber o quanto quiser.

Lembre-se de tomar água também para hidratar.

Beijar na boca é muito bom, mas, se rolar algo a mais, use camisinha!

No mais, bora cair na folia!

Sobre o Carnaval, leia também:

CARNAVAL SEM GLITTER! ESTE BRILHO É UM PERIGO PARA MARES E OCEANOS

FANTASIA DE CARNAVAL: IMPROVISE TEU LOOK COM O QUE TIVER EM CASA

MÁSCARA DE CARNAVAL: FAÇA VOCÊ MESMO RECICLANDO MATERIAIS