©Greenpeace/Youtube

Um monstro na cozinha está devorando florestas. Quem será?

Uma animação tem sensibilizado as pessoas sobre os impactos destrutivos do consumo da carne em relação à biodiversidade, principalmente da Amazônia e do Pantanal.

Essa animação tem o apoio do Greenpeace, uma ONG que defende a natureza, e é narrada pelo célebre ator e ativista Wagner Moura. O filme foi criado pela agência Mother e produzido pelo estúdio Cartoon Sallon, 4 vezes indicado ao Oscar.

A mensagem vídeo é séria, porém, como foi produzido em forma de animação, pode ensinar as crianças que o pedaço de carne que elas comem vem de uma animal morto, e tem provocado a destruição da morada de muitas espécies de vida.

Se os adultos de hoje tivessem aprendido isso quando eram crianças, talvez as coisas poderiam ser diferentes. Não haveria devastação de nossas florestas para criação de gado e tanta matança de animais.

As crianças precisam saber a origem da carne e os prejuízos que o seu consumo nos traz, pois no futuro elas serão responsáveis pela preservação ou não do nosso planeta.

Educar as crianças é investir no futuro!

Tem um  monstro na minha cozinha

Veja a animação e compartilhe com outras pessoas para que mais gente perceba os prejuízos causados à biodiversidade por causa dos hábitos alimentares do ser humano.

O verdadeiro monstro dessa história é a indústria da pecuária que está devorando nossas florestas. E depende das nossas escolhas parar com essa destruição.

Criação de Pastos X Devastação das Florestas

Estudos revelam que mais de 80% da destruição da cobertura florestal da Amazônia é resultante da criação de pastos para produção de carne.

Governantes, fazendeiros e empresários lucram com o agronegócio e não favorecem políticas de proteção às florestas.

Enquanto isso, as queimadas e o desmatamento continuam a todo vapor.

Diante desse cenário catastrófico, cada um de nós pode reverter essa situação tomando a consciência de que nossa escolha alimentar pode parar com esse monstro destruidor, antes que o pior aconteça.

Petições em defesa da Amazônia e do Pantanal

Outras ações que podem ajudar na defesa de nossos maiores biomas, é reivindicar ações de nossos governantes para protegerem o Pantanal e a Amazônia, impedindo o desmatamento dessas áreas.

Para assinar essas petições, clique nos links abaixo:

Vire a chave e faça parte da solução

A solução para pararmos com a destruição das florestas e o abate de animais, é ter um estilo de vida baseado no veganismo,  além de apoiarmos a agroecologia, uma agricultura sustentável e ecológica.

Além disso, é necessário colocar no poder governantes que tenham um compromisso com a Natureza e o meio ambiente, pois se não houver essa preocupação, caminharemos para o declínio na vida em nosso planeta.

Se você se importa com a vida humana, a Natureza e os animais, compartilhe estas informações para que mais gente saiba como mudar o rumo de nossa história para melhor.

Talvez te interesse era também:

A tragédia no Pantanal tem nome e sobrenome: Consumo De Carne

Dama da Liberdade: destroços da explosão em Beirute viram obra de arte

Não chamem de hambúrguer, mas sim de disco vegetariano

Quem é o ambientalista que “quebrou” o Instagram e está dando o que falar?

Sobre Deise Aur

Avatar
Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.

Veja Também

Desmontando mitos: por que Gandhi não é unanimidade

Como dizia Nelson Rodrigues: “toda unanimidade é burra”. A radicalidade da evocação da fala do …