Adeus a Ulay, artista, intérprete e grande amor de Marina Abramović

Hoje é um dia triste para o mundo da arte e para todos aqueles que se emocionaram com o vídeo que capturou o incrível encontro que aconteceu em 2010 no Moma, em Nova York, entre Marina Abramović e seu grande amor Ulay, artista e intérprete, sócio histórico de Abramović, que morreu hoje aos 76 anos.

Ulay é o pseudônimo de Frank Uwe Laysiepen, um importante e apreciado expoente da arte performática dos anos 70. Nascido na Alemanha em 1943, Ulay vivia e trabalhava em Liubliana desde 2009, e foi a imprensa local que anunciou sua morte hoje para o mundo inteiro.

Ulay trabalhou por muitos anos com a artista sérvia Marina Abramović (de 1976 a 1988), com quem ele realizou dezenas de performances nos quais eles, e especialmente seus corpos, eram os verdadeiros protagonistas. As performances do casal sempre foram originais, formas extremas de arte corporal que os levaram a explorar os limites da resistência não apenas física, mas também psíquica.

https://www.youtube.com/watch?v=QcaaVZrUC44&feature=emb_title

Além de colegas de trabalho, eles também eram um casal na vida privada, mas a parceria se rompeu no início dos anos 90. Na ocasião, eles criaram uma das performances mais particulares e sugestivas de todos os tempos. Foi a The Lovers: The Wall Walk in China, na qual Marina e Ulay percorreram o muro chinês de um lado diferente e, depois de terem caminhado por 4 mil quilômetros, os dois se encontraram no centro para se despedir com um abraço que os separou para sempre.

O carinho e a emoção que sentiram um pelo outro, no entanto, nunca desapareceram. Isso foi testemunhado pela performance que Marina Abramović realizou em 2010 no Moma em Nova York, The Artist is Present. Ali, a artista olhou nos olhos de todos os visitantes que estavam sentados à sua frente. De repente e completamente surpreendente, ela se viu diante de Ulay, o grande amor de sua vida e que não o via há muitos anos.

A retomada desse momento deu a volta ao mundo, emocionando quem o viu. Se você ainda não viu, aqui está…

Agora Ulay se foi, ele vinha há anos lutando contra um câncer. Mas até mesmo a doença, para esse homem fora do comum, tornou-se uma oportunidade de fazer arte. Em 2011, ele saiu por um ano inteiro e foi de Liubliana a Nova York e Amsterdã para reencontrar os companheiros e amigos que passaram ao longo de sua vida. A partir dessa jornada, que traça os momentos mais importantes de sua carreira, nasceu o documentário de 2013 Project Cancer, dirigido por Damjan Kozole.

Para lembrar Ulay não faltou a homenagem de Marina Abramović, que cumprimentou seu companheiro de aventura em um post no Facebook.

It is with great sadness I learned about my friend and former partner Ulay’s death today. He was an exceptional artist…

Geplaatst door Marina Abramovic op Maandag 2 maart 2020

Sobre Redação GreenMe

Redação GreenMe
greenMe.com.br é um site de informação sobre meio ambiente e saúde, criado para levar ao grande público, a consciência de que um mundo melhor é possível, através de um comportamento respeitoso com todas as formas de vida.

Veja Também

Desmontando mitos: por que Gandhi não é unanimidade

Como dizia Nelson Rodrigues: “toda unanimidade é burra”. A radicalidade da evocação da fala do …