Um balão gigante feito de sacolinhas plásticas

Como evocar através da arte um futuro mais sustentável? É o que faz há anos o artista argentino Tomás Saraceno, já famoso por sua década de compromisso no desenvolvimento artístico de modelos ideais de sociedade alternativa, com novos estilos de vida.

Agora, com seu novo projeto intitulado “Becoming Aerosolar", transformou milhares de sacolas plásticas em uma gigante colcha de retalhos coloridos que compõe um verdadeiro um balão.

Em mostra no 21er Haus em Viena, também este projeto como muitos outros de Saraceno, gira em torno do conceito de "Anthropocene", um termo que indica a era geológica atual, na qual a Terra redescobre sua natureza e vê no homem o mais importante fator de influência em seus processos biológico e atmosférico.

E como a maioria das obras de Saraceno, também Becoming Aerosolar é o resultado de um estudo todo seu, sobre os desafios que nosso planeta deve enfrentar.

Ao redor do enorme balão, outras esculturas, objetos e instalações demonstram na prática os resultados de um longo projeto de pesquisa de escala global, da qual o artista também se valeu da colaboração multidisciplinar de instituições públicas e privadas. Além disso, durante a exposição, o público também pode participar da construção de esculturas aero-solares.

E o resultado final quer ser apenas isso: através da arte propor um estilo de vida alternativo e uma reflexão sobre a melhor maneira de fazer circular os recursos energéticos, talvez usando a energia solar e a termodinâmica terrestre, graças à esferas flutuantes.

Leia também: DISMALAND: O SOMBRIO E SATÍRICO PARQUE DE DIVERSÕES DE BANKSY