Conheça as propriedades e os benefícios da Chlorella e saiba como usá-la

  • atualizado: 
Chlorella

Um dos efeitos colaterais do mundo contemporâneo é a gama de toxidade, poluição e radiação a que estamos expostos, seja no ar, na água, no solo ou nos alimentos. Por isso, por mais que busquemos levar uma vida saudável, não estamos livres de sentir os efeitos desses desequilíbrios.

Esse conteúdo vem de encontro a isso, fornecendo informações sobre uma forma de nos proteger e reforçar nossa saúde dos efeitos prejudiciais das toxidades, que mesmo sem querer temos contato em nosso dia a dia.

Uma dessas formas é a alga Chlorella, rica em nutrientes, que proporciona muitos benefícios para a nossa saúde.

A Chlorella age como um Detox, eliminando as toxinas de nosso corpo.

Saiba mais sobre esse super-alimento com as informações a seguir!

1. O que é a Chlorella?

A Chlorella é uma alga unicelular microscópica de água doce. Esta alga constitui uma das mais antigas formas de vida e que tem grande capacidade de realizar fotossíntese.

A Chlorella é considerada um superalimento, tanto é que a NASA fez estudos para avaliá-la como um alimento para astronautas, durante suas missões espaciais, por conta da sua alta concentração de nutrientes e eficazes propriedades nutracêuticas e medicinais.

Entre as mais de 30 espécies de Chlorella diferentes, dois tipos são mais comumente usadas:

  • Chlorella vulgaris
  • Chlorella pyrenoidosa

A Chlorella pode ser consumida nas formas de cápsula, comprimido, pó e extrato.

2. Propriedades da Chlorella

Seu nome Chlorella é devido ao seu alto nível de clorofila, sendo a espécie com maior concentração desta substância.

Descoberta pelos japoneses, esta alga ficou conhecida pelos orientais por promover uma sensação de bem-estar.

Esta alga apresenta aproximadamente 60% de proteínas, superando proporcionalmente a carne bovina, o peixe e a soja. Por isso, diversos veganos incluem a Chlorella em sua nutrição.

Em sua composição, a Chlorella possui aminoácidos essenciais e uma variedade de vitaminas e minerais, além de uma substância denominada de CGF (Chlorella Growth Factor), que possui em sua composição os ácidos nucléicos.

3. Benefícios da Chlorella

Esta alga possui muitos nutrientes e propriedades benéficas para a saúde. Confira a seguir quais são:

3.1. A Chlorella é uma das algas com maior quantidade de nutrientes

  • Aminoácidos importantes para o funcionamento de nosso corpo: Lisina, Cystina, Valina, Arginina, Methionina, Ácido aspártico, Isoleucina, Treonina, Leucina, Serina, Tirosina, Ácido Glutâmico, Fenilalanina, Prolina, Ornitina, Glicina, Triptofano e Alanina
  • Proteína, Carboidratos, Ácidos Graxos e Fibras
  • Vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B5, B6, B7, B8, B9, B10, B12), A, E, C e K
  • Minerais: Cálcio, Ferro, Fósforo, Magnésio, Selênio, Iodo, Zinco e Potásio
  • Fito-nutrientes: Carotenoides, Clorofila a, Clorofila b e FCC (Fator de Crescimento Chlorella)

Para se ter uma ideia do valor nutricional da Chlorella, uma porção de 28g (3 colheres de sopa) contém:

  • 16 g de Proteína
  • 287% IDR de Vitamina A
  • 71% de IDR de Vitamina B2
  • 33% IDR de Vitamina B3
  • 202% IDR de Ferro
  • 22% IDR de Magnésio
  • 133% IDR de Zinco

chlorella 2

3.2. É desintoxicante

Estudos apontam que Chlorella age como quelador natural, desintoxicando e protegendo o corpo da absorção de metais pesados e outros compostos nocivos como agrotóxicos, poluição, radiação e quimioterapia, ligando-se à estes elementos nocivos e removendo-os do organismo.

A Chlorella, elimina a toxicidade do metal pesado no fígado, cérebro e rins e diminui a quantidade de produtos químicos prejudiciais que podem ser encontrados nos alimentos.

Em suma, essa alga ajuda a melhorar e reforçar a capacidade natural do corpo de eliminar toxinas.

3.3. Fortalece o Sistema Imunológico

O Nutrition Journal divulgou em 2012 uma pesquisa que revelou que após 8 semanas de ingestão de Chlorella, a atividade dos linfócitos citotóxicos, que são células exterminadoras naturais de toxidade, que atuam no funcionamento do sistema imunitário inato, apresentaram melhora em sua atividade e função.

Na Coréia, pesquisadores da Universidade de Yonsei, em Seul, estudaram indivíduos saudáveis e a resposta do sistema imunológico deles aos consumo de suplemento de Chlorella e os resultados comprovaram que esta alga confere uma resposta saudável do sistema imunológico e reforça a atividade das células "exterminadoras" de toxidades e contaminações.

3.4. Contribui para a perda de peso

Em um estudo publicado no Journal of Medicinal Food, os pesquisadores constataram que "a ingestão de Chlorella resultou em reduções evidentes no percentual de gordura corporal, do colesterol total e dos níveis de glicose no sangue em jejum.

A Chlorella regula os hormônios, melhora o metabolismo e a circulação, promove níveis mais elevados de energia, remove as toxinas acumuladas e reduz o peso e a gordura corporal, até em mulheres na menopausa.

3.5. Tem ação rejuvenescedora

Pesquisas revelam que a Chlorella retarda o envelhecimento. A revista Clinical Laboratory, em uma publicação revelou que a Chlorella reduz bem o estresse oxidativo, causado por poluição, estresse e uma alimentação pobre de nutrientes.

Os fatores responsáveis por essa propriedade rejuvenescedora da Chlorella são vitamina A, vitamina C e glutationa, que essa alga contém e que agem no organismo combatendo os radicais livres e protegendo as células.

Outro motivo que faz a Chlorella ter ação rejuvenescedora é sua capacidade de modular tanto o dano ao DNA quanto o encurtamento dos telômeros, fatores causadores do envelhecimento. Tomando uma colher de chá ou um par de cápsulas diariamente do suplemento de Chlorella é possível perceber os resultados positivos, em menos de duas semanas.

3.6. Diminui o colesterol e o açúcar no sangue

Hoje em dia, a diabetes tipo 2 e o colesterol alto afetam diversas pessoas e isso é, em geral, consequência de alimentação inadequada, estresse e falta de sono e de descanso. Um estudo publicado no Journal of Medicinal Food, demonstrou o resultado da descoberta dos pesquisadores, que apontou que doses de 8.000 mg de Chlorella por dia (divididas em duas doses) reduz os níveis de colesterol e glicose no sangue.

Este estudo comprovou que a Chlorella melhora a sensibilidade à insulina, aumentando a captação de glicose no fígado e nos tecidos musculares. Os pesquisadores concluíram que a Chlorella ativa vários genes no nível celular e que melhora a sensibilidade à insulina, proporcionando equilíbrio ao organismo.

3.7. Previne e combate o câncer

Os corpos humanos estão sujeitos à serem afetados por substâncias cancerígenas e desenvolverem células cancerosas, entretanto o que faz a diferença é o bom funcionamento do sistema imunológico, com a capacidade de atacar e destruir substâncias e células cancerígenas, antes que se firmem e afetem o organismo.

Estudos mostraram que indivíduos diagnosticados com câncer, com o consumo da Chlorella tiveram um aumento na ação das células T, ajudando no combate da formação de novas células anormais.

4. Efeitos Colaterais da Chlorella

Em algumas pessoas, a Chlorella pode provocar efeitos colaterais, como: fadiga, letargia, dores de cabeça, vertigem e tremores, inchaço da face, sensibilidade da língua à luz solar, distúrbios digestivos e acne.

Geralmente estes efeitos colaterais e sintomas da Chlorella são decorrentes do processo de desintoxicação.

Indivíduos alérgicos ao iodo e aqueles que estão em tratamento com Coumadin ou Warfarin devem consultar o médico, antes de fazer uso de Chlorella.

5. Contraindicação do Chlorella

A Chlorella é contra-indicada nos seguintes casos:

  • em pessoas com hipersensibilidade aos seus componentes
  • presença de glaucoma de ângulo fechado (aumentos súbitos de pressão intraocular)
  • arritmias taquicárdicas (alteração no ritmo do coração)
  • edema agudo do pulmão (inchaço do pulmão)
  • adenoma da próstata com formação de urina residual (tumor benigno da próstata)
  • hipertrofia prostática (aumento da próstata)
  • estenose mecânica do trato gastrointestinal
  • estenose pilórica (estreitamento da abertura do estômago para o intestino)
  • megacólon (estreitamento do trato gastrintestinal e intestino)
  • íleo paralítico (parada temporária dos movimentos de contração da parede do intestino)

É recomendado evitar o consumo de Chlorella durante a gravidez e lactação, nas metrorragias (sangramento do útero fora do ciclo menstrual) e nas menstruações muito abundantes.

Este medicamento é contraindicado para crianças.

6. Chlorella, uma aliada para a manutenção de nossa saúde!

É bom lembrar que por mais que a Chlorella traga benefícios para a saúde e seja uma aliada para o bom funcionamento de nosso organismo, se não houver em conjunto ao emprego da Chlorella, os cuidados necessários com o corpo, hábitos saudáveis e uma alimentação de qualidade, de forma metafórica, é a mesma coisa que encher um copo de água e jogá-la, em vez de beber e aproveitar os seus benefícios.

Levando esses fatores em conta, a Chlorella pode agir como uma aliada contribuindo para reforçar os cuidados que necessitamos ter para uma boa saúde.

CONSULTE O MÉDICO antes de fazer uso do suplemento de Chlorella. Nunca se automedique.

Talvez te interesse ler também:

ORÉGANO: O MELHOR ANTIBIÓTICO RECONHECIDO PELA CIÊNCIA

BICARBONATO DE SÓDIO: USOS E BENEFÍCIOS PARA A SUA SAÚDE

ÁGUA DE QUIABO: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER!

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!